Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Contra naturalizações, Mano Menezes dá boa sorte a Thiago Motta

Volante foi chamado para defender a Itália. Técnico brasileiro se diz contra estrangeiros em seleções

Paulo Passos, enviado iG a Paris |

O técnico da seleção brasileira disse nesta terça-feira que é contra a utilização de jogadores naturalizados em seleções. Mano Menezes foi perguntado por jornalistas italianos sobre a situação de Thiago Motta, que deve fazer nesta quarta a sua estreia com a camisa da Itália.

“Eu, particulamente, sou contra. Seleção para mim é representação de nação”, afirmou o treinador. Aos 28 anos, Thiago nunca jogou em uma equipe profissional no Brasil. Em São Paulo, o volante chegou a atuar nas categorias de base do Juventus. Aos 16 anos, ele foi vendido para o Barcelona, onde ficou até 2007.

Descendente de italianos, o jogador possui passaporte europeu e conseguiu, na última semana, liberação da Fifa para jogar pela Itália. A estreia deverá ocorrer no amistoso contra a Alemanha. “Se Thiago Motta encontrou sentimentos mais fortes pela Itália, então boa sorte", concluiu Mano Menezes.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG