Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Contra Bahia, São Paulo joga bem e vence a 1ª em casa com Adilson

Rogério Ceni, de pênalti, Dagoberto e Lucas fizeram os gols do time paulista no Morumbi

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

nullO São Paulo conseguiu sua primeira vitória dentro de casa sob o comando do técnico Adilson Batista. Diante da sua torcida no gelado Morumbi, o time paulista fez 3 a 0 no Bahia e voltou à terceira colocação do Campeonato Brasileiro, três pontos atrás do líder Corinthians. Já o time nordestino estacionou na 14ª posição, bem perto da zona de rebaixamento.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba notícias do time em tempo real

Antes da partida, o zagueiro Luiz Eduardo foi vetado por conta de um problema na mão. Com isso, Adilson Batista teve que improvisar o volante Rodrigo Caio no setor, ao lado do Rhodolfo. O jovem meio-campista chegou a machucar o joelho no primeiro tempo, quase deixou o campo substituído, mas, no intervalo, assegurou sua permanência no duelo. "Sou guerreiro e vou continuar", disse Rodrigo Caio.

A primeira etapa foi totalmente dominada pelos anfitriões. Rogério Ceni abriu o placar aos 28 minutos, em cobrança de pênalti. Foi o 102º gol da carreira do capitão são-paulino, mas o 100º nas contas oficiais da Fifa. Nos últimos suspiros da primeira metade do jogo, Dagoberto ampliou o marcador com um golaço. Ele arrancou do campo de defesa e encobriu o goleiro Marcelo Lomba na finalização.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo ou do Bahia e convide seus amigos

No segundo tempo, logo aos cinco minutos, Lucas marcou o terceiro gol numa bobeada da zaga baiana e decretou o placar final. Mesmo com a expulsão do paraguaio Iván Piris, o time da casa conseguiu segurar os visitantes.

O próximo compromisso do São Paulo será no domingo, contra o Avaí, no estádio da Ressacada. Será a revanche da Copa do Brasil, já que os catarinenses eliminaram o time paulista nas quartas de final. No mesmo dia, o Bahia recebe o Atlético-GO, em Pituaçu.

O jogo
Jogando em casa, o São Paulo começou em cima do Bahia. Com três minutos de jogo, Rivaldo e Lucas, no mesmo lance, perderam boa chance para abrir o placar. Aos dez minutos, o mesmo Lucas recebeu na intermediária de ataque e soltou uma bomba de fora, mas o goleiro Marcelo Lomba espalmou para o lado.

Na sequência, Dagoberto teve duas boas oportunidades. Na primeira, ele recebeu bom cruzamento do paraguaio Iván Piris e finalizou de primeira para fora, quase de dentro da pequena área. Depois, o camisa 25 finalizou de muito longe e a bola passou raspando a trave baiana.

O Bahia atacou pela primeira vez somente aos 23 minutos, num chute de Jobson, sobre o gol de Rogério Ceni. Cinco minutos mais tarde, o arqueiro foi até o campo ofensivo para bater uma falta. Na cobrança, o zagueiro Titi, que estava na barreira, colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. Ceni bateu no ângulo para fazer 1 a 0.

Os visitantes quase empataram com Fahel, que cabeceou de dentro da pequena área com muito perigo, por cima da meta. O São Paulo respondeu com Dagoberto, que chegou a balançar as redes aos 33 minutos, mas o juiz marcou impedimento. De tanto insistir, o atacante conseguiu marcar aos 44. Ele roubou a bola no meio de campo, deu uma arrancada espetacular e, na saída de Lomba, deu um leve toque por cima. Um golaço.

Na segunda etapa, o Bahia voltou tentando o empate, mas foi o São Paulo que ampliou. O zagueiro Titi bobeou no sistema defensivo e entregou a bola para Lucas. O jovem meia avançou pela meia direita e chutou com precisão para anotar o terceiro gol dos donos da casa.

Em desvantagem, o time de Salvador assustou em dois lances. O pequenino Lulinha ganhou de cabeça dentro da área tricolor, mas Rogério Ceni fez linda defesa no canto esquerdo. Mais tarde, o goleiro defendeu um forte chut de Jobson de fora da área.

Mesmo com a expulsão do lateral direito paraguaio Iván Piris, que fez falta por trás em Jobson e levou o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho, o São Paulo conseguiu segurar o Bahia e faturou os três pontos em casa.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 BAHIA

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 4 de agosto de 2011, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Jose Chaves Franco Filho (ambos do RS)
Cartões amarelos: Paulo Miranda, Lulinha, Fahel (BAH); Piris (SP)
Cartão vermelho: Piris (SP)

GOL
SÃO PAULO: Rogério Ceni, aos 28' do 1º tempo; Dagoberto, aos 44' do 1º tempo; Lucas, aos 5' do 2º tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, Rhodolfo, Rodrigo Caio e Juan; Denilson, Carlinhos Paraíba (Cícero), Wellington e Rivaldo (Ilsinho); Lucas e Dagoberto (Fernandinho). Técnico: Adilson Batista

BAHIA: Marcelo Lomba; Marcos, Titi, Paulo Miranda e Ávine (Gabriel); Fahel, Fabinho, Diones (Ricardinho) e Lulinha; Jobson e Reinaldo (Júnior). Técnico: René Simões

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Bahia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG