O acordo integra o programa da Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania e prevê a contratação de 350 pessoas

O futuro Estádio do Corinthians será palco da abertura da Copa do Mundo
Divulgação/Odebrecht
O futuro Estádio do Corinthians será palco da abertura da Copa do Mundo
A Odebrecht, construtora responsável por erguer o estádio do Corinthians , firmou convênio com a Secretaria da Administração Penitenciária e terá apenados trabalhando em suas obras no estado de São Paulo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O acordo integra o programa da Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania e prevê a possibilidade de contratação de 50 presos do regime semiaberto e 300 egressos (que já deixaram a prisão), além de cumpridores de penas e medidas alternativas. Com prazo de 12 meses, o convênio pode ser prorrogado por iguais e sucessivos períodos até o limite de 60 meses. A expectativa é empregar apenados para as funções de ajudante de produção, carpinteiro e armador.

Leia mais: Cássio se diz preparado para ser titular no Corinthians

"A Odebrecht acredita que o trabalho é também uma importante ferramenta para educar e inserir as pessoas no convívio social. Ao oferecermos a oportunidade de emprego a apenados, queremos vencer o preconceito e possibilitar que possam recomeçar a vida na sociedade", afirma Valter Lana, diretor superintendente da Odebrecht.

Além do estádio do Corinthians , a empresa é responsável pelo projeto de saneamento de Capivari, em Campinas, e pela construção da Embraport, terminal portuário, em Santos. As contratações de egressos podem se estender para novos contratos.

Veja também: Polícia fecha sedes da Gaviões e da Mancha e prende torcedores

O processo de seleção será tratado com a máxima confidencialidade para preservar a identidade dos novos trabalhadores e será realizado nos mesmos padrões de avaliação já adotados pela empresa. Para preparar estes trabalhadores, a empresa irá oferecer cursos de capacitação, utilizando sua experiência em projetos profissionalizantes, como o Programa Acreditar, iniciativa que qualifica os candidatos a atuar no setor de construção e promove a inclusão de pessoas no mercado de trabalho.

Entre para a torcida virtual do Corinthians:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.