Clube vai receber R$ 6 milhões da Esso, mas conselheiros vetam nova locação de terreno para a empresa

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882644003&_c_=MiGComponente_C

A noite no Conselho Deliberativo do Flamengo foi proveitosa para atual administração. Nesta segunda-feira, os conselheiros aprovaram os novos uniformes para 2011 e selaram o acordo judicial que põe fim ao imbróglio de 16 anos sobre um terreno do clube, onde funcionava um posto de gasolina.

Segundo o site oficial do clube, os uniformes foram aprovados por unanimidade. A apresentação aconteceu sem a logomarca do patrocinador principal. O modelo faz uma homenagem aos campeões mundiais de 1981. A estreia só deve acontecer em fevereiro, por causa do contrato com a Batavo, que vai até 31 de janeiro do ano que vem e não será renovado.

Em outra votação, os conselheiros aprovaram, por maioria, a proposta de acordo judicial entre Flamengo e Esso. Com isso, o clube poderá receber R$ 6 milhões da empresa. No entanto, também por maioria, o conselho vetou um novo contrato de locação com a mesma do terreno que fica na esquina da Rua Mário Ribeiro com a Avenida Borges de Medeiros, na Lagoa.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.