Tamanho do texto

Duelo de volta entre Santos e Peñarol está previsto para 22 de junho, no estádio do Pacaembu

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) confirmou nesta terça-feira a realização da primeira partida da final da Copa Libertadores nesta quarta, em Montevidéu (Uruguai), uma das cidades sul-americanas cujo tráfego aéreo foi afetado pela cinzas do vulcão chileno Puyehue . O Santos enfrentará o Peñarol no estádio Centenário. O duelo de volta está previsto para 22 de junho, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O time paulista por pouco não conseguiu chegar à capital uruguaia para a partida, e chegou até mesmo a pedir o adiamento do jogo. No entanto, após muita confusão, o elenco do técnico Muricy Ramalho chegou a Montevidéu no início da tarde desta terça-feira . O clube praiano teve que "roubar" um voo fretado que estava destinado inicialmente para levar um grupo de torcedores santistas ao país vizinho.

Para o duelo contra o Peñarol, uma repetição da final da Libertadores de 1962 , a equipe da Baixada terá os desfalques do meia Paulo Henrique Ganso e do lateral esquerdo Léo . O zagueiro Edu Dracena está suspenso por ter levado cartão vermelho no último jogo.

Desta forma, o Santos deve entrar em campo com a seguinte escalação: Rafael; Pará, Bruno Rodrigo, Durval e Alex Sandro; Adriano, Danilo, Arouca e Elano; Neymar e Zé Eduardo. Para a volta, o time paulista espera ter equipe completa e sagrar-se tri-campeão da Copa Libertadores da América.

*com EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.