Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Conheça a nova joia santista: de bola cheia a aluno preferido de Figo

Renatinho, de 11 anos, tenta trilhar caminhos de Neymar no Santos inspirado por ex-craque português

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Arquivo pessoal
Renatinho tenta drible em Luís Figo durante evento em Madri
O Santos se notabiliza por formar seus craques em casa. Foi assim nos quase 100 anos de história do clube. E entre os mais de 140 garotos registrados nas categorias de base santistas, um sergipano de 11 anos tem no currículo algo raro para meninos da sua idade.

Renatinho, garoto canhoto natural de Aracaju, já foi bola cheia do programa Fantástico, na Rede Globo, e pode contar aos amigos que deu uma "caneta" em Luís Figo , ex-jogador português eleito o melhor do mundo em 2001.

Em 2011, quando já treinava no Santos, Renatinho foi selecionado entre 15 mil garotos de 177 países no projeto "Dream Football" , coordenado por Figo. Nesta iniciativa, jovens talentos deveriam postar seus vídeos no site do projeto. Os 10 mais votados pelos visitantes do site ganharam a oportunidade de passar 10 dias em Madri, base do projeto, treinando no CT da seleção espanhola. O técnico Luiz Felipe Scolari e o cantor Gabriel, o Pensador , que é empresário de futebol, também votam. Em entrevista na Espanha, Figo se lembra com bom humor o contato que teve com Renato.

"Renato tentou dar uma caneta em mim. Não briguei com ele, o incentivei a fazer mais", recordou-se o português em entrevista ao Canal Plus, da Espanha. "Jogamos juntos em Madri no ano passado, pois o Renatinho ficou entre os 10 melhores do mundo na plataforma Dream Football, o que lhe garantiu a experiência. Seus vídeos foram muito assistidos e elogiados, o menino é bom", completou o português.

Leia também: Melhor do mundo em 2001, Figo é condenado a pagar multa do fisco espanhol

Renato se recorda do encontro. "Foi muito bom. Fiquei 10 dias lá com muitos outros meninos muito bons", disse timidamente o garoto em entrevista por telefone ao iG. "Não vi o Figo jogar, mas vi os vídeos no Youtube. Foi muito legal estar com ele lá", disse o garoto, que já foi campeão paulista sub-11 pelo Santos no ano passado. Ele completa 12 anos em junho.

Um dos vídeos de Renatinho fez sucesso antes de sua participação no "Dream Football" e o tornou "celebridade" no "Bola Cheia" do Fantástico. Ele foi um dos finalistas da edição de 2009. Entrevistado pelo programa, Pelé, o maior dos santistas votou em Renato como o melhor dos candidatos. Renatinho acabou ficando em segundo na votação final.

Um ano depois da participação no programa global, ele foi levado por um olheiro de Aracaju para Santos. Não teve dificuldades em passar no teste e começou a treinar no CT Meninos da Vila em fevereiro de 2011. O clube autorizou a participação de Renatinho no programa de Figo três meses depois. Edilberto de Souza, pai do garoto, diz que por mais que possa ser questionável o convite de Figo, que sugere uma relação empresário-atleta entre o ex-jogador e o seu filho, não há nenhum vínculo entre Renato e Figo. O garoto continua sem empresários e apenas Edilberto o representa.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"A gente sabe que pode parecer que tem algum coisa, mas não tem nada. O Renato é novo e eu acho cedo ele ter um empresário. Ele não tem nenhum tipo de empresário, não é agenciado por ninguém", disse Edilberto. O micro-empresário de 42 anos mudou-se para Santos com a esposa, Adriana, e a outra filha, Natália, quando Renato foi selecionado pelo Santos para ingressar nas suas categorias de base.

nullPor Renato ter menos de 16 anos, não há contrato entre o Santos e o garoto. O clube paga uma ajuda de custo de R$ 350 por mês ao garoto e dá uma bolsa de estudos a ele. "Gosto muito daqui, dos meus colegas. Quero ser um grande jogador de futebol", disse Renato. Seus pais o incentivam, mas deixam claro a ele que estudar é preciso. A carreira de futebol pode nunca vingar.

"Ele (Renato) tem um talento e eu como pai tenho de incentivá-lo a usar esse talento, o oferecendo o que está dentro das nossas condições. Mas ele é muito novo e a gente sabe como é difícil vingar no futebol. Por isso ele tem que continuar estudando", disse o pai do garoto. "E o Santos nos oferece tudo que um clube pode oferecer para um garoto de 11 anos. Não temos do que reclamar", disse Edilberto. "Ouvimos coisas que acontecem em clubes do Rio, em outros lugares que não tratam bem a base e só temos a agradecer".

Neymar? Inspiração é Messi
Diferente da maioria dos garotos que aparecem ao lado de Renato nas fotos de jogadores da base do Santos, o menino de Aracaju não tem nenhum adereço ou corte de cabelo diferente. Inspirados pela proximidade de Neymar , os moicanos proliferam entre os pequenos santistas. A onda, contudo, não faz a cabeça de Renato. Muito influenciado por seu pai, Renato não tem cortes de cabelos engraçados, brincos ou qualquer adereço comum aos jovens atletas inspirados por Neymar e suas extravagâncias.

"Eu não gosto disso, moicano, essas coisas. Nem de brinco", disse Renato. "Gosto de ir na Vila ver ele (Neymar) e o Ganso jogar. Ele jogam muito", completou. Mesmo fã de Neymar e Ganso, Renato gosta mesmo é de ver Lionel Messi jogar. O argentino é quem mais inspira a jovem promessa do Santos. "Eu tento imitar o Messi. Sou mais parecido com ele. É o que falam pra mim, mas eu tenho de fazer o meu futebol", disse Renato.

O Santos , por meio de sua assessoria de imprensa, prefere não opinar sobre o futuro que Renato pode ter no clube. Impedido por lei a ter qualquer vínculo empregatício com o garoto, o clube não autorizou que os técnicos do time mirim opinassem sobre ele para a reportagem. O argumento dado foi que nem o técnico Ademir Fesan e nem o supervisor, Abel Verônico (ex-jogador do clube nos anos 60), estariam aptos a ter opinião sobre Renato. Eles teriam assumido suas funções há pouco tempo.

Entre para a torcida virtual do Santos e o ajude a subir no ranking nacional

Leia tudo sobre: santosluís figorenatinhocategorias de base

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG