Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Conheça a estratégia de Mancini para vencer ex-clube em Fortaleza

Treinador comandou o Ceará em 2011 e já tem o plano para vencer o rival direto contra o rebaixamento

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O técnico Vágner Mancini conhece bem o próximo adversário do Cruzeiro no Brasileirão e o palco da partida contra o Ceará, no próximo domingo, às 17h. O treinador já traçou a estratégia para sua equipe voltar de Fortaleza com um resultado que ajude na luta contra o rebaixamento. Perder para um adversário direto contra a degola deixaria o time mineiro em situação delicada na tabela. Conheça as 5 dicas do treinador listadas pelo iG para a "batalha" no Presidente Vargas.

Cruzeiro é o 16º colocado no Brasileirão. Veja a classificação atualizada

1) Cuidado com o atacante Osvaldo
Sem poder contar com Felipe Azevedo, que marcou três vezes na vitória sobre o Grêmio, em Porto Alegre, o Ceará deve concentrar suas jogadas ofensivas nos pés do perigoso Osvaldo. Vágner Mancini trabalhou com o atacante e pede muito cuidado com o atleta. "Osvaldo é diferenciado, terá que ser vigiado de perto. Não sei ainda se com marcação individual, mas não terá espaço para evoluir as jogadas", disse o treinador.

2) Lentidão da defesa adversária
Outro ponto fraco apontado por Mancini no atual elenco do Ceará é a falta de velocidade dos defensores. Daniel Marques e Thiago Matias são altos e bons na bola aérea, mas poderiam ser superados na corrida de acordo com o treinador cruzeirense. "Vou sentir quem se encaixa melhor para enfrentar uma zaga técnica, mas que não é veloz. Vou adaptar um sistema no meu ataque para me darem esse retorno", explica.

3) Suportar a pressão inicial
Jogando em casa, a tendência é que o Ceará parta para o ataque desde o início da partida. Para o técnico do Cruzeiro é fundamental suportar a pressão inicial dos donos da casa, atacando desde o apito inicial. "Quando estive lá, dizia para os jogadores que os times que nos atacavam desde o começo nos criavam mais dificuldades. O Ceará é empurrado, a torcida exige que vá para cima. Não dá para esperar, porque a pressão da torcida, o calor, a atmosfera do estádio empurram o Ceará. Temos de ter postura de quem quer vencer desde o início".

AE
Previsão é de forte calor no Presidente Vargas
4) Superar o forte calor
A capital cearense é conhecida pelas altas temperaturas nessa época do ano. Como não existe horário de verão na região, o calor tende a ser maior ainda na hora da partida. Por isso, Mancini já alertou seus atletas e vai usar aqueles com melhor condição física. "Já os avisei que o calor não será desculpa. Vamos ter a semana para treinar e descansar e vou escalar aqueles que estiverem mais inteiros", revelou o treinador.

5) Pressão pelos últimos resultados em casa
O Ceará não vem convencendo quando joga em casa nessa reta final do Brasileirão. Perdeu os quatro últimos jogos no PV para Flamengo, Fluminense, Santos e Corinthians. Vágner Mancini espera explorar esses maus resultados dos rivais diante da torcida. "Um fator que nos motiva, o fato deles virem de derrotas seguidas lá. Algo acontece e eles não estão sabendo lidar com a pressão. Obrigação de vencer faz com que você erre mais. Os atletas sentem isso. Espero que saibamos jogar lá", apontou.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCearáBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG