Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Conclusão das obras do CT deve atrasar por falta de dinheiro

Diretor administrativo prevê mais um ano de obras no local onde treina o time do Corinthians. Na inauguração, em setembro, Andrés Sanchez disse que tudo estaria pronto em maio de 2011

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882229644&_c_=MiGComponente_C

Inaugurado em setembro deste ano, o CT do Corinthians no Parque Ecológico ainda não tem todas as suas instalações construídas. Faltam principalmente o hotel e o restaurante que serão utilizados pelos atletas. Na previsão do presidente Andrés Sanchez todas as obras estariam concluídas em maio de 2011, mas de acordo com André Luís de Oliveira, diretor administrativo do clube e responsável direto pelas obras no local, esta previsão deve ser prolongada pelo menos até dezembro de 2011. O motivo? Falta de dinheiro.

Falta dinheiro. As obras estão sendo feitas, tem gente trabalhando lá, mas não vamos fazer além do que o dinheiro que a gente tem para gastar. Acho que tem mais um ano de obras ainda, disse Oliveira. O Corinthians já gastou cerca de R$ 15 milhões e pretende gastar mais R$ 12 milhões até o fim das obras. Estamos segurando o pagamento de algumas parcelas das empresas que estão trabalhando lá, mas em fevereiro acho que tudo vai estar pago, garantiu Oliveira.

O Corinthians iniciou as obras do CT em julho do ano passado com promessa de terminar tudo até o primeiro semestre deste ano, o que não foi possível. No último mês de maio Sanchez pediu 90 dias para realizar a inauguração, que aconteceria em agosto, mas novo atraso adiou a inauguração para setembro.

O CT corintiano no Parque Ecológico não será utilizado pelos jogadores e comissão técnica do clube nos próximos dias. A ideia é usar o período em que a movimentação no local será menor para intensificar algumas obras e adiantar as construções do hotel e do restaurante, prioridades no momento. Oliveira diz que não há como se prever o quanto vai se avançar nas obras nesse período, mas que elas estão sendo feitas dentro do cronograma. Estamos fazendo tudo como era programado.

Utilizado para treinos do time profissional desde a metade de setembro quando foi inaugurado, o complexo já conta com academia, piscinas, vestiários, cinco campos de jogo e instalações para a imprensa. A capela está em fase final das obras. Nos últimos meses foi comum ver operários com máquinas e equipamentos trabalharem ao lado do campo onde os jogadores treinavam. É prevista também a construção de um campo com arquibancadas menores para sediar alguns jogos da base do clube.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG