Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Concacaf adia definição sobre caso de doping no México

A entidade decidiu obter mais informações antes de se pronunciar sobre o caso. Cinco atletas da seleção já foram suspensos

AE |

A Concacaf adiou na noite de sexta-feira a reunião do comitê organizador da Copa Ouro que avaliaria a denúncia de doping envolvendo cinco jogadores da seleção do México. A entidade decidiu obter mais informações antes de se pronunciar sobre o caso. 

"O comitê pediu à Federação mexicana mais detalhes sobre os testes antidoping que revelaram a presença da substância clembuterol nas amostras de urina de cinco jogadores durante o período de preparação para a Copa Ouro, em maio", justificou a Concacaf. 

Com a decisão, a entidade também adiou a resposta ao pedido da federação mexicana que buscava a permissão para convocar mais cinco atletas para a Copa Ouro. Os cinco denunciados, incluindo o brasileiro naturalizado Zinha, foram suspensos preventivamente pela entidade mexicana e não poderão disputar a competição. 

A seleção, que já garantiu vaga nas quartas de final, está com seis jogadores a menos que os demais times porque dispensou o zagueiro Ricardo Osorio por conta de lesão. Ao todo, cada equipe pôde levar 23 atletas para a Copa Ouro. 

Fora do time, os cinco acusados de doping ficaram em situação mais complicada na sexta depois que o governo mexicano negou que a carne local esteja contaminada com a substância clembuterol, usada por pecuaristas para incrementar o desenvolvimento do gado. Os jogadores atribuíram os testes positivos à carne supostamente contaminada pela substância, que, em humanos, pode melhorar a performance respiratória.

Leia tudo sobre: futebol mundialcopa ouro 2011méxico

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG