Guangzhou Evergrand ofereceu US$ 12 milhões ao meia, que pode se despedir nesta quinta, contra o Atlético-PR

Wallace Teixeira/Photocamera
Craque do Brasileirão de 2010, argentino disputou todos os jogos da campanha vitoriosa
Desde que brilhou na conquista do título brasileiro no ano passado, o meia Conca passou a ser cobiçado pela concorrência. Um deles foi o Guangzhou Evergrand, da China, que já havia feito duas propostas de cerca de U$ 10 milhões pelo argentino, ambas recusadas pelo meia.

Os chineses, porém, não desistiram e aumentaram o valor para US$ 12 milhões, o que parece ter feito o camisa 11 do Fluminense mudar de ideia. De malas prontas para deixar o clube, o craque do Brasileirão de 2010 deve fazer nesta quinta-feira, contra o Atlético-PR , às 21h, no Engenhão, sua última partida com a camisa tricolor.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Pela transação, o clube das Laranjeiras receberá 40% do valor, mas já negocia com a Unimed (40%) e Traffic (20%), para receber um valor superior aos US$ 4,8 milhões (R$ 7,9 milhões) a que tem direito.

Conca chegou às Laranjeiras em 2008. Em 209 jogos com a camisa tricolor, o argentino marcou 40 gols e conquistou o título do Campeonato Brasileiro do ano passado, competição na qual disputou todos os 38 jogos possíveis e ainda foi eleito o melhor jogador do torneio.

É torcedor do Fluminense? Então entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

O Guangzhou tem no elenco os brasileiros Paulão, ex-Grêmio, Muriqui, ex-Atlético-MG, e Renato Cajá, ex-Botafogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.