Tamanho do texto

Jogador da seleção sub 20 lembrou que os ex-jogador é um ídolo no país e disse que "gostaria de um dia chegar aonde ele chegou"

A bela atuação do goleiro Gabriel diante da Espanha , no domingo, não só garantiu a seleção brasileira na semifinal do Mundial sub 20, como também rendeu elogios ao jogador do Cruzeiro. E um em especial  o agradou. O arqueiro de apenas 18 anos gostou de ouvir que lembra Taffarel, goleiro que brilhou com a camisa da seleção brasileira na década de 90.

"É muito bom ouvir essa comparação, mas sou apenas um goleiro jovem que conseguiu ter uma boa noite, enquanto ele é um ídolo no meu país. O Brasil inteiro se lembra do Taffarel e do que ele fez. É uma grande inspiração e eu gostaria de um dia chegar aonde ele chegou."

Ao fazer boas defesas durante os 120 minutos do empate em 2 a 2 com os espanhois e defender dois pênaltis que garantiram a classificação brasileira, Gabriel lembrou Taffarel na final da Copa do Mundo de 1994 e na semifinal do Mundial de 98, quando o Brasil levou a melhor nas penalidades.

Mas, em um passado recente, a seleção canarinho não foi bem nos pênaltis. No entanto, o jovem goleiro garantiu que o desempenho do Brasil neste quesito na última Copa América, em julho na Argentina - quando Elano, Fred, André Santos e Thiago Silva desperdiçaram suas cobranças e a seleção foi eliminada pelo Paraguai - não interferiu na confiança da equipe sub 20.

"Você pode perder ou ganhar um campeonato nos pênaltis. E é por isso que treinamos bastante. Não teve nada a ver com o que aconteceu na Copa América. Era uma seleção diferente e outra competição. Nós, jogadores, não pensamos naquilo antes das cobranças. Tínhamos treinado muito e estávamos confiantes", declarou Gabriel, que já teve a oportunidade de treinar junto com a seleção principal, na Espanha, em setembro do ano passado.

Na quarta-feira o Brasil enfrenta o México, às 22 horas (de Brasília), por uma vaga na final do Mundial. E o goleiro está preparado para mais um duelo complicado. "Será muito difícil. Os mexicanos não estão na semifinal por acaso, eles vêm jogando muito bem e eliminaram a Colômbia diante de toda a torcida. Precisamos manter a concentração e jogar tudo que sabemos para conseguir sair com a vitória."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.