Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Como lateral-direito, Serginho festeja quatro anos de Atlético-MG

Volante tem atuado improvisado e garante que busca aperfeiçoamento para ajudar o time atleticano em 2011

Victor Martins |

Divulgação
Serginho deixa o meio e vai atuar improvisado como lateral-direito no Atlético-MG
O volante Serginho completa quatro anos de carreira nessa sexta-feira. A estreia dele pelo Atlético-MG foi em 11 de março de 2007, no triunfo por 3 a 0 sobre o Democrata-SL. Serginho entrou durante o segundo tempo, no lugar de Bilu. Apesar do longo tempo no clube, ele ainda não chegou aos 100 jogos, devido as duas lesões que teve no joelho direito, além de uma rápida passagem pelo CRB-AL.

Agora, titular absoluto de Dorival Júnior, Serginho comemora a marca de quatro anos como jogador do Atlético-MG. “Fico muito feliz por vestir a camisa do Atlético-MG por este tempo todo e dando a minha contribuição. Também agradeço a oportunidade que o Atlético-MG me dá, que é de fazer o meu trabalho, de fazer o meu nome”, disse com exclusividade ao iG.

Contratado junto ao Villa Nova-MG, ainda como jogador de base, Serginho surgiu diante de muita expectativa. A passagem pelo futebol alagoano foi um estratégia do clube, para dar mais experiência e ritmo de jogo ao volante. No retorno a Belo Horizonte, Serginhou assumiu o meio do Atlético-MG em 2008. A exibição contra o Flamengo, no triunfo atleticano por 3 a 0, diante de 80 mil pessoas no Maracanã, impressionou. Mas logo em seguida veio a primeira lesão no joelho direito.

O retorno foi em 2009 e Serginho mostrou na terceira partida que seria útil ao time do técnico Celso Roth. Ele marcou um dos gols na vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, no Mineirão, em mais uma noite em exibição de gala. Mas lesões musculares e uma nova contusão no joelho direito afastaram o volante novamente.

Diferente dos anos anteriores, Serginho retornou sob muita desconfiança da torcida. A fraca campanha no Brasileiro de 2010 fazia Serginho um dos alvos da torcida. No entanto, o volante atleticano soube contornar a situação e tem procurado melhorar dentro de campo.

“Todo atleta tem se cobrar para crescer mais, comigo não é diferente. Quando cheguei, existia uma expectativa e fui cobrado também. Não tenho nenhuma mágoa com a torcida, o pessoal sempre me acolheu de braços abertos. Tem de trabalhar, só assim para crescer na vida, crescer como atleta. Quer crescer ainda mais, para saber que fiz uma boa carreira, quando parar de jogar futebol.

O novo passo na carreira é aprender a jogar como lateral-direito. Na falta de especialistas para a posição, Dorival Júnior tem apostar em Serginho. “Hoje me sinto mais à vontade. Com os treinamentos que fizemos e com os jogos, que pegamos mais ritmo, estou me sentindo à vontade. Quero aperfeiçoar mais para, se Dorival quiser me usar mais tempo na lateral, dar meu melhor para o grupo”.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCampeonato Mineiro 2011Serginho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG