Jogador vai enfrentar o Corinthians pela primeira vez no Pacaembu depois de sua saída conturbada em 2010

null

Felipe chegou ao Flamengo revelando sua infância flamenguista. Cercado de desconfiança, mais por seus problemas fora do campo do que pela qualidade dentro dele, conquistou seu espaço no coração da torcida. Bancado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo , acabou se transformando em um dos líderes do grupo e completou, domingo, na derrota por 3 a 1 para o Bahia , no Engenhão, 50 jogos com a camisa 1 e 46 gols sofridos.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

A marca é ainda mais impressionante por ser em jogos consecutivos. Felipe não desfalcou o Flamengo em um jogo sequer e ficou metade deles sem sofrer gols. Ele chega ao confronto com o Corinthians , seu ex-clube, quinta-feira, às 21h50, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro, com uma média de gols sofridos de 0,96, num reencontro que promete ser quente com a torcida, já que o goleiro saiu brigado com o presidente do clube paulista, Andrés Sanchez.

"São duas equipes que têm as maiores torcidas do mundo, há sempre aquela pressão. Se perder, vai ter a cobrança. Passei três anos lá e hoje estou aqui no Flamengo. Estou defendendo o maior clube do país, tenho muito respeito pelo Corinthians, vai estar sempre no meu coração, mas hoje estou no Flamengo" disse o goleiro.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

nullCom pênaltis defendidos em semifinais e final de turnos do Campeonato Carioca, Felipe assumiu o lugar de ídolo no coração da torcida, carente de um nome de peso na posição depois da prisão de Bruno pelo sequestro de Eliza Samudio. Foram seis cobranças defendidas, duas delas durante os 90 minutos, em sua estreia no empate em 0 a 0 com o Londrina e na vitória histórica por 5 a 4 sobre o Santos.

"Estou aqui para ajudar o Flamengo. Queria agradecer a todos por me darem a honra de atuar no maior do Brasil. Virar ídolo é consequência do trabalho. Vou me esforçar para tentarmos ganhar novos títulos", afirmou Felipe.

No fim do ano, o Flamengo precisará desembolsar R$ 3 milhões para ficar com Felipe em definitivo, depois de o clube ter perdido a chance de pagar R$ 2 milhões para fechar. Ele está vinculado ao Bragantino.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.