Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Comandados por "líder", bolivianos reclamam de poucos ingressos

Presidente de associação comanda visitantes em partida de abertura da Copa América contra Argentina

Marcel Rizzo e Paulo Passos, enviados iG a La Plata |

Marce Rizzo e Paulo Passos, enviados iG a La Plata
Alfredo Ayala no meio dos torcedores que comanda
Apenas mil ingressos foram disponibilizados para os bolivianos na abertura da Copa América . Mas eles estavam animados. Um grupo de 300 chegou junto ao estádio, comandados por Alfredo Ayala, presidente da Associação Federativa Civil dos Bolivianos. Segundo ele, existem mais de um milhão de bolivianos vivendo na Argentina. A partida acontece no Estádio Único, em La Plata (a 60 km de Buenos Aires), mas a maioria dos imigrantes vive na região da capital de Buenos Aires.

Frio faz amor de torcedores argentinos por Messi ficar escondido

“Poderíamos ter mais gente aqui, com certeza. Mas é uma pena que deram poucos ingressos. Só que barulho vamos fazer”, disse Ayala.

Vestidos com as cores do país (vermelho, amarelo e verde), eram fotografados por torcedores argentinos, que se divertiam com a alegria dos bolivianos, que seguravam com força os ingressos para entrar no estádio.

“Não temos esperança de vencer a Argentina. Não. Mas quem sabe nos classificarmos em segundo”, disse Ayala. O Grupo A tem também as seleções da Costa Rica e da Colômbia. Ayala comandava seus torcedores com um megafone, e orientava quando andar e para qual portão se dirigir.

Os 33 mil ingressos colocados à venda para a abertura da Copa América, que também terá um show da brasileira Ivete Sangalo e do cantor argentino Diego Torres.

Leia tudo sobre: futebol mundialargentinacopa américa 2011bolívia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG