Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Comandada por Rogério Lourenço, Arábia Saudita avança nas eliminatórias

Agora o brasileiro deixará o cargo de técnico com Frank Rijkaard e será diretor técnico, além de preparar seleção olímpica do país

Gazeta |

Depois de fracassar como técnico do Flamengo, em 2010, e do Bahia, em 2011, Rogério Lourenço tem vivido dias melhores na Arábia Saudita. Sob o seu comando, a seleção do país goleou Hong Kong por 5 a 0, fora de casa, e avançou à terceira fase das eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2014.

Rogério assumiu a equipe apenas para esta fase da competição, atendendo a um pedido da federação saudita. Agora, o holandês Frank Rijkaard, contratado recentemente, ficará no comando, enquanto o brasileiro conciliará o cargo de diretor técnico com o de treinador da seleção olímpica do país, que está buscando vaga nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

"Recebi o pedido da federação para comandar a equipe, enquanto Rijkaard não assumia o cargo e fiquei feliz com os resultados. Avançamos para a próxima fase, a Arábia Saudita fez um total de oito gols e não sofreu nenhum, o que mostra que fizemos um bom trabalho. Queria entregar a equipe classificada e com o moral elevado, e consegui. Agora vou voltar minhas atenções para o cargo de diretor técnico de seleções, que já exerço desde março, e para a seleção olímpica. Espero conquistar também resultados expressivos nessa nova etapa do meu trabalho na Arábia Saudita", disse Rogério Lourenço.

O bom desempenho à frente da seleção foi reconhecido pelos jogadores, que ao final da partida contra Hong Kong, foram abraçar o treinador. A comemoração se explica: a Arábia Saudita não vencia um jogo oficial há quase um ano. A equipe estava há quatro jogos sem vencer e foi eliminada da Copa Ásia, em janeiro, após três derrotas consecutivas na fase de grupos.

"Fiquei muito emocionado por esse reconhecimento dos jogadores. Acho que isso aconteceu porque confiei neles e no nosso trabalho. Esses mesmos atletas fizeram parte da equipe que foi eliminada na Copa da Ásia. Mesmo assim eu os convoquei novamente e procurei passar confiança a todos. Vou guardar para sempre essa demonstração de carinho", declarou o treinador.

Leia tudo sobre: copa 2014eliminatóriasfutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG