Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com volta de Rivaldo e Gaúcho, Brasil tem 9 pentacampeões no país

Aos 38 anos, novo camisa 10 do São Paulo tem contrato até o final do ano. Ronaldo e Marcos vão encerrar carreira em 2011

Paulo Passos, iG São Paulo |

O artilheiro, o melhor jogador, segundo o técnico do time, e o goleiro que salvou o título da Copa estão no Brasil. Não se tratam, é claro, dos destaques do último Mundial, mas das estrelas de 2002, ano da última conquista da seleção brasileira.

Com a volta de Rivaldo, que estreou nesta quinta-feira com a camisa do São Paulo, 9 jogadores que estiveram na Coreia do Sul e no Japão irão atuar no futebol brasileiro. Outros cinco campeões mundiais estão jogando em clubes do exterior.

Getty Images
9 dos 23 campeões mundiais em 2002 jogarão no Brasil em 2011


Titular em 2002, Ronaldinho Gaúcho é outro que voltou e aumentou o número de repatriados. Na quarta-feira, o ex-melhor do mundo jogou sua primeira partida com a camisa do Flamengo. Há mais de 10 anos, o meia-atacante não defendia um clube brasileiro.

A onda de repatriações atingiu até o técnico que venceu o penta. No ano passado, Luiz Felipe Scolari voltou a treinar o Palmeiras. Desde a conqusita do título de 2001, ele não trabalhava em uma equipe brasileira.

“Salvador” e artilheiro vão se aposentar

Ronaldo e Marcos já deixaram claro que irão se aposentar em 2011. No passado, o atacante afirmou que cumprirá o seu contrato com o Corinthians até o final, que vai até dezembro.

“Eu renovei por mais dois anos e serão os últimos de carreira. Quero dar meu máximo. Espero me divertir e terminar com conquistas importantes”, disse o maior artilheiro das Copas do Mundo.

Marcos também já admitiu que 2011 será o último ano de sua carreira. “Continuo pensando em jogar no ano que vem pelo projeto que o Palmeiras tem. Vamos ter um time forte e isso me motiva a terminar meu contrato”, afirmou o goleiro.

A dupla decisiva na Coréia e no Japão irá juntar a um grupo que já conta com sete jogadores. Dida, Edílson, Vampeta, Denílson, Cafu, Juninho Paulista e Luizão são os pentacampeões que já se aposentaram.

Veja o que fazem todos os "pentas":

EM ATIVIDADE NO BRASIL

Gazeta Press
Rivaldo deu chapéu com a coxa antes de marcar seu primeiro gol com a camisa do São Paulo
Rivaldo –Tem contrato com o São Paulo até o final de 2011. Estreou fazendo gol na vitória contra o Linense, na última quinta-feira.

Ronaldinho Gaúcho – Fez sua primeira partida com a camisa do Flamengo na quarta-feira, na vitória contra o Nova Iguaçu.

Ronaldo - Corinthians

Marcos - Palmeiras

Ricardinho – Atlético-MG

Rogério Ceni – São Paulo

Roberto Carlos - Corinthians

Kléberson – Flamengo

Belletti - Fluminense

EM ATIVIDADE NO EXTERIOR

Edmílson - Zaragoza

Lúcio - Internazionale

Gilberto Silva – Panathinaikos

Kaká – Real Madrid

Anderson Polga – Sporting de Lisboa

APOSENTADOS

Dida – Mesmo sem contrato com o Milan desde junho, segue morando na Itália. Segundo a imprensa italiana, o goleiro deve trabalhar como dirigente no clube.

Denílson – Último clube do atacante foi o Kavala, da Grécia, no primeiro semestre deste ano. Atualmente, atua como comentarista na "TV Bandeirantes".

Edílson – Após dois anos parado, voltou a jogar em 2010 pelo Bahia. Depois do Campeonato Estadual, deixou o time e abandonou a carreira aos 39 anos. Trabalha como empresário em Salvador.

Vampeta – Se aposentou em 2008, depois de defender o Juventus de São Paulo. O ex-volante se candidatou a deputado estadual, mas não foi eleito. Atualmente trabalha como treinador.

Cafu – Em 2008, deixou o Milan e voltou para o Brasil. Aos 40 anos, o capitão do penta já admitiu que não jogará mais e se dedica à fundação que leva o seu nome no Jardim Irene, em São Paulo.

Juninho Paulista – Abandonou o futebol como jogador definitivamente em abril jogando pelo Ituano, clube que preside.

Luizão– Após seguidas lesões, se aposentou em 2009 e hoje trabalha como empresário.

PARADOS

Roque Júnior – Seu último clube foi o Ituano, no Campeonato Paulista. Aos 34 anos, procura clube ao mesmo tempo em que administra a sua equipe, o FC Primeira Camisa, de São José dos Campos.

Júnior – Está sem clube. Sua última equipe foi o Goiás.


 

Leia tudo sobre: RivaldoRonaldinho GaúchoCopa do MundoRonaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG