Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com vitória magra em casa, Valencia termina sábado na liderança

Equipe do atacante brasileiro Jonas chegou a 13 pontos, um acima do Betis, que entra em campo no domingo

Gazeta |

O Valencia fez sua parte neste sábado para se recuperar da recente queda de rendimento no Campeonato Espanhol. Em casa, o time só conseguiu fazer um gol no Granada, dono de uma das três piores campanhas da competição, mas foi o suficiente para vencer por 1 a 0 e se garantir na liderança, que ainda é provisória.

A equipe do atacante brasileiro Jonas , ex-Santos e Grêmio, chegou a 13 pontos, um acima do Betis, que, assim como Barcelona, Levante, Sevilla e Real Madrid, jogaram no domingo e podem passar o clube do estádio Mestalla. O Málaga ainda joga neste sábado e pode igualar os pontos do Valencia.

Os anfitriões diante do Granada, entretanto, foram rápidos para definir a partida a seu favor. Logo aos três minutos, o meio-campista espanhol Sergio Canales bateu com força de fora da área e acertou o canto esquerdo do goleiro Roberto para balançar as redes.

O caminho estava aberto e, contra uma equipe que ocupa a antepenúltima colocação com quatro pontos em seis rodadas, na zona de rebaixamento, a expectativa era de goleada no Mestalla. E os donos da casa tiveram esforço para buscar mais gols. Só faltou qualidade.

O centroavante Soldado não teve precisão e perdeu pelo menos três boas oportunidades no primeiro tempo diante do arqueiro Roberto, que estava em noite inspirada para conseguir bloquear as tentativas do time que é considerado a terceira força do futebol espanhol.

Além de Roberto, o Granada só tinha como respirar em arrancadas de Dani Benítez, mas nenhuma delas parou nas redes defendidas por Guaita, camisa 1 do Valencia. No segundo tempo, porém, os visitantes se aproveitaram de um relaxamento dos anfitriões e impuseram nervosismo à partida.

Para renovar a força de seu ataque, e diminuir a presença dos adversários em seu campo, o técnico do Valencia colocou Jonas e voltou a dominar quase sozinho o confronto. O segundo gol não saiu porque Soldado realmente não estava em um dia que fez por merecer a fama de artilheiro, mas os três pontos estavam garantidos.

Leia tudo sobre: valenciaespanhafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG