Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com vitória fácil sobre o Treze, São Paulo avança logo na estreia

Dagoberto e Lucas brilham no retorno do time à Copa do Brasil e classificação à segunda fase é garantida

Levi Guimarães, iG São Paulo |

“É como se fosse uma final de Libertadores para nós”. A declaração do técnico Paulo César Carpegiani momentos antes da estreia do São Paulo na Copa do Brasil demonstrou a seriedade com que a equipe pretende encarar o torneio. E o início não poderia ter sido melhor. Com uma tranquila vitória por 3 a 0 sobre o Treze-PB jogando fora de casa, a equipe paulista eliminou a partida de volta e já está na segunda fase.

Com uma boa atuação especialmente no primeiro tempo, o São Paulo não teve dificuldades para impor sua superioridade em relação à equipe nordestina. Dagoberto marcou os dois primeiros gols e, logo no início da segunda etapa, Fernandinho fechou o placar e terminou com as esperanças dos donos da casa.

Se Dagoberto se destacou pelos dois gols, que o isolaram na artilharia do time em 2011, o garoto Lucas também mostrou que pode realmente ser fundamental na temporada. Apesar do pouco tempo para treinar com a equipe após o retorno da seleção sub 20, o meia fez jogadas de efeito, incluindo a que resultou no primeiro gol e ainda serviu os companheiros de ataque em diversas outras oportunidades.

As únicas "decepções" da noite para os torcedores presentes ao estádio Amigão, em Campina Grande, foram as ausências de gols do goleiro Rogério Ceni, que vive a expectativa de chegar ao centésimo na carreira, e do "prata da casa" Marcelinho Paraíba, que entrou no segundo tempo e chegou a perder uma chance cara a cara com o goleiro.

Com a classificação antecipada, o São Paulo apenas aguarda para conhecer seu adversário na segunda fase da Copa do Brasil, que sairá do confronto entre o Santa Cruz e o Atlético Clube Corinthians, da cidade de Caicó, no Rio Grande do Norte. Antes disso, enfrenta o Bragantino pelo Paulistão, no próximo sábado, às 19h30, no estádio do Morumbi.

O jogo
Logo no primeiro lance da partida, Lucas deu indícios de que não seria abalado pelo cansaço após o Sul-Americano Sub 20. Na primeira vez que pegou na bola, o meia foi para cima da marcação, pedalou e só foi parado com falta. Na cobrança, Juan bateu para fora, à direita do gol do Treze-PB.

Aos quatro minutos, Dagoberto cobrou outra falta levantando a bola na área e Alex Silva conseguiu desviar de cabeça, mas o goleiro Marcelo Galvão conseguiu defender com tranquilidade.

O primeiro gol são-paulino, porém, não demorou a sair. Aos dez minutos, Lucas fez ótima jogada pela direita. O camisa 7 ganhou em velocidade pela direita, cortou o zagueiro duas vezes e cruzou para Dagoberto, que bateu forte, sem chance de defesa. Na comemoração, o atacante apontou para Carpegiani, encerrando a recente polêmica com o treinador.

Os anfitriões só tiveram sua primeira boa chance no ataque aos 20 minutos, em chute de Cleo que Miranda desviou para escanteio. Aos 26, os visitantes aumentaram. O lateral-esquerdo Juan teve liberdade para chegar até a linha de fundo e fazer o cruzamento. Dagoberto, sozinho, apareceu pouco à frente da marca do pênalti para marcar seu segundo, desta vez de cabeça.

O domínio são-paulino nos minutos seguintes continuou total. Dagoberto teve mais uma chance clara após tabela com Carlinhos Paraíba e Fernandinho desperdiçou duas chances. Na primeira, recebeu lindo passe de calcanhar de Lucas e chutou para fora. Na segunda, novamente recebeu de Lucas e acertou o travessão. Antes do intervalo, o Treze-PB só ameaçou em um chute de Warley de fora da área, desviado para escanteio por Rogério Ceni.

Precisando buscar o resultado para evitar a eliminação prematura, o técnico Marcelo Vilar promoveu duas alterações no Treze-PB para a segunda etapa. Anderson Luiz entrou no lugar de Raniere e Laércio Santos substituiu Laércio.

O São Paulo, porém, voltou sem alterações e não deu tempo ao Treze-PB. Logo aos 2 minutos, Fernandinho aproveitou bobeada do lado direito da defesa paraibana, invadiu a área em velocidade e tocou na saída do goleiro para fazer 3 a 0.

Com o placar folgado, o São Paulo seguiu controlando o jogo, mas diminuiu o ritmo. Aos 17 e aos 21 minutos o Treze-PB chegou a ameaçar, mas sem grande perigo. Cléo chutou de fora da área e exigiu boa defesa de Rogério Ceni. Pouco depois, Celico chutou também de longe, à direita do gol.

Aos 24, Carpegiani tirou os principais responsáveis pela vitória, Lucas e Dagoberto. Mas o treinador manteve o esquema de jogo e não recuou a equipe, colocando em campo Marlos e Marcelinho Paraíba, para alegria da torcida local. Cinco minutos depois, Alex Silva teve a chance de ampliar, mas faltou o cacoete de atacante e o camisa 3 chutou para fora. 

FICHA TÉCNICA
TREZE-PB 0 X 3 SÃO PAULO

Local: estádio Ernani Sátiro (Amigão), em Campina Grande (PB)
Data: 16 de fevereiro de 2011, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Arílson Anunciação (BA)
Assistentes: Ubiratan Viana e Lorival Flores (ambos do RN)
Cartões amarelos: Raniere, Weverson, Márcio Pinho, Thiago Almeida (Treze-PB) Rodrigo Souto, Fernandinho, Xandão (São Paulo)

GOLS:
São Paulo - Dagoberto, aos 10 e aos 26 minutos do primeiro tempo; Fernandinho, aos 2 minutos do segundo tempo

TREZE: Marcelo Galvão; Raniere (Anderson Luiz), André Lima e Weverson; Ferreira, Thiago Almeida, Márcio Pinho (Rone), Laércio (Laércio Santos) e Celico; Cléo e Warley
Técnico: Marcelo Vilar

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva e Miranda (Xandão); Jean, Rodrigo Souto (Casemiro), Carlinhos Paraíba, Juan e Lucas (Marlos); Fernandinho e Dagoberto (Marcelinho Paraíba)
Técnico: Paulo César Carpegiani

Leia tudo sobre: são paulocopa do brasil 2011dagobertolucascarpegiani

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG