Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com Verón apagado, Estudiantes fica no zero contra Cerro Porteño

Jogo de ida do duelo nas oitavas da Libertadores foi na Argentina. Juiz brasileiro errou em lance importante

EFE |

Estudiantes e Cerro Porteño não saíram do 0 a 0 no jogo de ida pelas oitavas de final da Copa Libertadores, nesta quarta-feira, em La Plata. Além de não saber utilizar o mando de campo, o time argentino não explorou o talento de seu maior craque: Verón, que voltou após ser desfalque contra o Cruzeiro, teve atuação discreta e acabou substituído por Benítez aos 38 minutos do segundo tempo.

Apesar de não ter imposto grande pressão ao rival, o Estudiantes poderia ter conquistado resultado melhor se o árbitro brasileiro Sálvio Spínola não cometesse um erro aos 18 minutos do primeiro tempo: ele marcou apenas falta em lance que aconteceu sobre a linha da grande área. Mesmo assim, o lance foi perigoso - talvez o melhor dos mandantes - e o goleiro Barreto teve de fazer linda defesa após a cobrança de Barriento.

Sálvio voltou a aparecer aos 40 minutos da etapa complementar, quando deu o segundo cartão amarelo a Burgos e, por consequência, expulsou o jogador do time paraguaio. Com um a mais e mesmo sem Verón, o Estudiantes ainda teve uma boa chance para finalmente abrir o placar aos 43 minutos, quando Lopez cabeceou após cobrança de escanteio e Barreto conseguiu segurar.

O jogo de volta será na próxima quinta-feira, em Assunção. O vencedor deste confronto enfrenta Junior de Barranquilla (Colômbia) e Jaguares (México). No primeiro jogo, no México, houve empate por 1 a 1.

FICHA TÉCNICA - ESTUDIANTES-ARG 0 x 0 CERRO PORTEÑO-PAR

Local: Estádio Ciudad de La Plata, em La Plata
Data: 27 de abril de 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (Brasil)
Assistentes: Roberto Braatz e Erich Bandeira (ambos do Brasil)
Cartões Amarelos: Verón, Fernández e Braña (Estudiantes); Cesar Benítez, Burgos, Nanni e Juan Benítez (Cerro Porteño)
Cartão Vermelho: Burgos (Cerro Porteño)

ESTUDIANTES: Orión; Roncaglia, Fernández, Desábato e Ré; Braña, Verón (Leandro Benítez), Barrientos (Leandro González) e Péres; Gaston Fernández e Lopez. Técnico: Eduardo Berizzo

CERRO PORTEÑO: Barreto; Piris, Cardozo, César Benítez e Juan Benítez; Ivan Torrez (Cáceres), Jorge Nuñez, Villareal e Fabbro (Uglessich); Burgos e Nanni. Técnico: Leonardo Astrada

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG