Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com vaias e ameaças da torcida, Corinthians vence Bahia

Apesar de não jogar bem, equipe fez 1 a 0 no Bahia e voltou a se aproximar do líder do Campeonato Brasileiro

Paulo Passos, iG São Paulo |

null

O Corinthians voltou a vencer neste domingo e ocupa a segunda posição na classificação do Campeonato Brasileiro. A vitória de 1 a 0 sobre o Bahia aconteceu em Pacaembu com clima tenso e reclamação dos torcedores. Emerson marcou o único gol do time, que agora soma 47 pontos e está na vice-liderança do torneio.

Apesar da vitória, os jogadores corintianos ouviram vaias no final do primeiro tempo e na volta do intervalo. Quando retornaram do vestiário, os atletas foram recebidos também com ameaças. “Se o Corinthians não ganhar, o pau vai quebrar”, gritava a torcida. Chicão, barrado por Tite, também foi lembrado com xingamentos. “O Corinthians não precisa de você”, dizia um dos cantos dos torcedores.

No segundo tempo, apesar de não jogar bem, o Corinthians conseguiu marcar um gol aos 13 minutos. Emerson aproveitou a sobre de um cruzamento dentro da área e tocou para o gol. No final da partida, o atacante foi expulso.

Veja a classificação do Brasileirão 2011

O jogo
Visitante, o Bahia começou a partida tentando pressionar. Aos sete minutos de jogo, o time teve a primeira chance de gol. Após cobrança de escanteio, Júnior cabeceou a bola, que bateu no travessão. Na sobra, Titi também tocou de cabeça, mas Julio Cesar conseguiu defender.

O Corinthians tinha muito dificuldade para chegar à área do Bahia. O time até tentava jogadas pelas laterais, mas pouco produzia. O Bahia tampouco criava. No primeiro tempo, as duas equipes chegaram a ficar mais de 25 minutos sem chutar ao gol.

O segundo tempo começou com o mesmo ritmo lento. Sem mudanças, Corinthians e Bahia mal entravam na área. Jogando em casa, os corintianos até tinham mais posse de bola, o que não era suficiente para transformar em chances de gol.

Alex não conseguia armar o time, que, assim como no primeiro tempo, insistia nas jogadas pelas laterais. Era a única alternativa encontrada pela equipe para furar a defesa do Bahia.

Aos 8 minutos, Willian avançou pela esquerda e tocou para a área. Emerson passou da bola e quase Paulo Miranda, do Bahia, faz contra. Atento, Marcelo Lomba conseguiu defender.

O Bahia defendia bem e avançava com timidez. A estratégia do time de Joel Santana era , no máximo, tentar contra-atacar, quando recuperava a bola. Na maior parte do tempo, ela permanecia sob o domínio corintiano.

O primeiro e único gol da partida saiu aos 13 minutos do segundo tempo. Alex cruzou para a área. Paulo André disputou a bola de cabeça com a defesa do Bahia e ela sobrou para Emerson. O atacante tocou de primeira para o gol.

Gazeta Press
Gol de Emerson assegurou o triunfo do Corinthians no estádio do Pacaembu

Logo após o lance, enquanto os corintianos ainda comemoravam nas arquibancadas, Tite sacou Alex para colocar Jorge Henrique. Após o gol e substituição, o Corinthians seguiu tentando atacar, sem muito sucesso.

Após o gol, a jogada que mais animou a torcida do Corinthians foi um lance bisonho proporcionado pelos baianos. Paulo Miranda chutou a bola para afastar da área e ela bate na cara de Marcos, também do Bahia, para a vibração dos corintianos nas arquibancadas. Foi um dos poucos momentos de alegria da torcida.

Apesar do resultado e dos três pontos, os corintianos que foram ao Pacaembu tiveram poucos motivos para comemorar.

CORINTHIANS 1 X 0 BAHIA
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público: 26.632
Renda: R$ 752.155
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Gilson Bento Coutinho (ambos do PR)
Cartões:
Vermelho: Emerson (Corinthians),
Amarelo: Paulo Andre (Corinthians), Alessandro (Corinthians), Carlos Alberto (Bahia), Fabinho (Bahia)
Gols:
Corinthians: Emerson, aos 12 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Wallace, Paulo André e Fábio Santos; Edenílson, Ralf, Danilo e Alex (Jorge Henrique); Willian (Morais) e Emerson
Técnico: Tite
BAHIA: Marcelo Lomba, Marcos, Paulo Mirada, Titi e Fabinho; Fahel, Helder, Reinaldo (Zezinho) e Carlos Alberto (Maranhão); Camacho (Ricardinho) e Junior
Técnico: Joel Santana

 

Leia tudo sobre: CorinthiansBahiabrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG