Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com três de Cavani, Napoli ofusca estreia de Toni na Juventus

Uruguaio anotou os três gols da vitória da equipe da casa por 3 a 0. Juventus perdeu segunda seguida

Gazeta |

Depois de enfrentar e perder para a Inter de Milão, o Napoli encheu o estádio San Paolo para receber a Juventus, rival na briga pelas vagas nas copas europeias. O time visitante estreou o experiente atacante Luca Toni, mas os bianconeri tiveram que engolir a grande atuação do uruguaio Edinson Cavani, que anotou os três gols da vitória da equipe da casa por 3 a 0.

A equipe napolitana teve uma grande atuação desde os primeiros minutos, com o ex-jogador do Genoa pouco fazendo. Quem se destacou foi o brasileiro naturalizado italiano Amauri, que voltava ao time após longo tempo ficando apenas no banco de reservas, pela ausência do titular da posição Fabio Quagliarella, fora da temporada por uma lesão no joelho sofrida na quinta-feira, na partida contra o Parma, perdida por 4 a 1 em Turim.

AP
Atacante Cavani marcou os três gols da vitória do Napoli no estádio San Paolo, em Nápoles
Mas nem Amauri, nem Toni conseguiram balançar as redes na primeira etapa. Os dois apenas obsevaram o brilho de Cavani, Napoli faz 1 a 0 aos 19 minutos. O atleta completou cruzamento da direita do ala Maggio, cabeceando no chão e estufando a rede do goleiro Storari, que nada pode fazer.

O gol do time da casa acendeu a Juventus, que teve uma chance poucos minutos depois com Amauri. O brasileiro recebeu de costas para o gol e venceu a marcação na entrada da área, chutando de perna esquerda. De Sanctis espalmou para o lado. Na cobrança do escanteio, o próprio Amauri subiu e cabeceou, marcando o gol. O árbitro, no entanto, anotou falta do atacante sobre o goleiro e anulou o lance - os jogadores napolitanos ainda foram para cima do brasileiro, que já estava com algodões no nariz por uma disputa de bola mal sucedida.

Com os ânimos mais calmos, o Napoli conseguiu mais um gol, de novo de cabeça, e com Cavani. Desta vez pelo lado esquerdo, Dossena cruzou na área. O camisa 7 subiu e, mesmo marcado, ganhou no corpo e cabeceou firme no gol, marcando o seu 12º gol na competição.

Toni subiu e completou cruzamento. De Sanctis praticou grande defesa. Inativo, Amauri deixou o campo e deu lugar a Del Piero. E do banco, viu o Napoli chegar ao terceiro gol, e outra vez com Cavani. Impossível, o uruguaio anotou novamente de cabeça e marcou o 13º tento no Campeonato Italiano, alcançando a artilharia do torneio ao lado do atacante Di Natale, da Udinese.

Com três gols, o Napoli pouco foi incomodado pela equipe de Turim, que não conseguia esboçar reação e sofreu a segunda derrota seguida, sem contar com o brasileiro Felipe Melo, expulso contra o Parma por uma solada em um rival.

Com o resultado, o Napoli voltou à segunda colocação com 36 pontos, deixando a Lazio com 34. O Milan segue líder, com 40, depois do empate com a Udinese por 4 a 4.

Leia tudo sobre: ItáliaNapoliJuventusCavanifutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG