Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com três de Borges, Grêmio vence Cruzeiro e está na final

Equipe de Renato Gaúcho fará a decisão do 1º turno contra o Caxias, no dia 9 de março

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

nullDepois de um começo ruim e até com grande defesa de Victor, o Grêmio conseguiu confirmar a superioridade, venceu o Cruzeiro e se classificou para a final do primeiro turno do Gauchão. O eletrizante 4 a 2, na tarde deste domingo, no Olímpico, teve com principal destaque Borges, autor de três gols da vitória, totalizando cinco nas últimas três partidas, e mostrando estar totalmente recuperado de lesão na tíbia da perna esquerda.

O adversário na decisão da Taça Piratini será o Caxias, que bateu o São José nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal. A final está marcada para o dia 5 de março, mas deve ser transferida para o dia 9 – a Federação Gaúcha de Futebol irá oficializar a mudança na segunda-feira. Na quinta-feira, o time de Renato Gaúcho enfrenta o peruano León pela Libertadores.

O jogo
O começo da partida foi moroso. Muito lento, o Grêmio repetiu a má atuação na derrota para o Junior, em Barranquilla, na Colômbia. Sem Lúcio, Carlos Alberto se juntou a Douglas na armação das jogadas. O problema é que ele não guardava posição no meio campo e criava dificuldades no sistema de marcação gremista. O Cruzeiro fazia isto com precisão e só não marcou gol pois Victor fez grande defesa em chute de Diego Torres.

Só numa trama entre Douglas e Gabriel que o Grêmio conseguiu ter vantagem para abrir o placar. Em cruzamento do lateral-direito, Borges desviou do goleiro Márcio: 1 a 0. Em vantagem, o time de Renato desacelerou o jogo e administrou a vantagem até o intervalo.

A volta ao segundo tempo revelou um Grêmio melhor organizado. Com Gabriel e Gilson, a equipe passou a atuar pelas laterais. Em linda jogada entre Gabriel e André Lima, Borges marcou o segundo aos dez minutos. A partir daí, o Olímpico viu uma chuva de gols. Foram quatro em 20 minutos.

Jô, dois mais tarde, descontou de cabeça. Três depois, Alberto puxou Borges e cometeu pênalti. O centroavante bateu e fez o seu terceiro gol na partida.

O problema é que o Grêmio não teve sossego. Aos 18, Léo aparou de cabeça cruzamento de Diego Torres e descontou mais uma vez: 3 a 2. A partir daí, o Grêmio tomou o controle da partida. Foi ajudado pela expulsão de Alberto, aos 35. Douglas, por duas vezes, desperdiçou grande oportunidade.

No último minuto, Júnior Viçosa driblou dois marcadores e sofreu outro pênalti. Gabriel marcou, homenageou a filha Estela, e decretou o placar: 4 a 2.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 2 CRUZEIRO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 27 de fevereiro de 2010, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: José Franco Filho e José Inácio de Souza (RS)
Renda: R$ 308.421
Público: 15.736 (13.612 pagantes)
Cartões amarelos: Rodolfo, Gabriel, Gilson, Douglas e Fábio Rochemback (Grêmio) e Márcio, Léo, Jô, Alberto (Cruzeiro).
Expulsão: Alberto (Cruzeiro)

GOLS:
Grêmio: Borges, aos 35 minutos do primeiro tempo, aos 10 e aos 15 do segundo tempo, e Gabriel, aos 48 do segundo tempo.
Cruzeiro: Jo, aos 12 minutos, e Léo, aos 18 minutos do segundo tempo.

GRÊMIO: Victor; Gabriel, Paulão, Rodolfo e Gilson; Fábio Rochemback, Adilson, Carlos Alberto (Bruno Collaço) e Douglas; André Lima (Escudero) e Borges (Junior Viçosa). Técnico: Renato Gaúcho.

CRUZEIRO: Fábio; Márcio, Léo, Sandro e Zadda (Léo Marangá); Alberto, Almir (Juninho Botelho), Faísca e Diego Torres; Adriano (Rafael Cearense) e Jô. Técnico: Leocir Dall´Astra.

Leia tudo sobre: grêmiocampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG