Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com time reserva, Barcelona vence e elimina o Rubin Kazan

A segunda vaga do grupo D ficou com o Copenhague, da Dinamarca, que fez 3 a 1 no Panathinaikos

Gazeta Esportiva |

Já classificado para a fase de mata-mata da Copa dos Campeões, o Barcelona poupou praticamente todo o time titular para o confronto ante o Rubin Kazan, em casa. Com vários garotos em campo, ficou para um deles a responsabilidade de marcar o gol da vitória por 1 a 0 sobre a equipe russa: o zagueiro Fontás, que substituiu o capitão Puyol no Camp Nou.

Também já classificado para a segunda fase como primeiro colocado no grupo D, o time enfrentou o terceiro colocado da tabela, e se deu ao luxo de escalar uma equipe com apenas dois titulares, o zagueiro Piqué e o volante Busquets, no confronto. Os brasileiros Adriano e Maxwell estiveram nas laterais, assim como o meia Thiago Alcântara, também de nacionalidade espanhola, filho do tetracampeão Mazinho, na armação do time. Jonathan dos Santos, filho do também ex-selecionável Zizinho, esteve no ataque da jovem equipe titular.

O Barça sofreu logo no começo do jogo. Aos 11 minutos, o jovem Jeffrén precisou de substituição, e outro atleta da base entrou em seu lugar, Victor Vázquez. O susto foi sentido pelo Barcelona, que aos 14 minutos sofreu a primeira chance clara de gol com Martins, chutando forte por sobre o gol do reserva Pinto.

Os jovens catalães custaram a encontrar o melhor ritmo de jogo, e esbarraram na inatividade do time russo, que parecia estar contente com o empate obtido for a de casa. E mais más notícias para a equipe da casa: aos 31, Bojan também precisou ser substituído ao levar uma pancada no rosto, dando lugar a Bartra, nos dois lances de maior preocupação da primeira etapa.

No segundo tempo, o Barcelona tentou sair da retranca, e conseguiu rapidamente o gol. Aos cinco minutos, Fontás recebeu passe de Thiago Alcântara e abriu o placar, para muita comemoração dos jovens da base catalã, e dos "intrusos" Maxwell, Adriano e Mascherano, além de Lionel Messi, que foi a campo na segunda etapa e arriscou algumas jogadas, sem muito sucesso.

O gol marcado logo nos primeiros minutos daetapa complementar fez com que o time administrasse ainda mais o resultado, sem criar muito e, principalmente, sem ser pressionado. O resultado foi mais um gol da equipe blaugrana aos 36 minutos, com Victor Vázquez, que decretou o resultado final do jogo.

O Barcelona chega aos 14 pontos, e deixa o Rubin em terceiro com seis, principalmente depois da vitória do dinamarquês Copenhague por 3 a 1 sobre o Panathinaikos, levando o time nórdico aos 10 pontos e garantindo a sua classificação. O Panathinaikos foi eliminado até da Liga Europa, com a equipe russa faturando a vaga.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG