Tamanho do texto

Musa da Copa de 2010 está no estádio em Córdoba para ver a partida entre Brasil e Paraguai

Larissa Riquelme volta a desafiar o frio
Marcel Rizzo
Larissa Riquelme volta a desafiar o frio
3 a 0 para o Paraguai. Este é o palpite para o jogo deste sábado da musa da Copa do Mundo de 2010, a Lari. Sim, para os paraguaios, Larissa Riquelme é chamada de forma carinhosa. A modelo que ficou famosa ao aparecer torcendo para sua seleção com um celular entre os seis está em Córdoba (750 km de Buenos Aires) para ver a partida entre Brasil e Paraguai. E antes da partida não parou de tirar fotos com brasileiros, paraguaios, argentinos, jornalistas...

“Adoro o Brasil. Conheci vários estados, amei São Paulo, Rio e Bahia. Mas hoje tenho que torcer para minha seleção”, disse Riquelme ao iG. A pergunta que mais fizeram a modelo foi qual é o jogador mais bonito da seleção brasileira. E a resposta foi sempre a mesma:

Kaká não está mais, mas para mim é o mais bonito. O Neymar é “chico” (garoto), mas muito bonitinho”, disse Riquelme, que não está na Copa América à toa, como mostrou reportagem do iG nesta sexta-feira: ela está patrocinada por uma empresa de telefonia celular argentina.

Mesmo assim, se algum veículo de comunicação quiser fazer fotos exclusivas e ousadas com a paraguaia, é cobrado: US$ 2 mil (R$ 3,2 mil). “É o trabalho dela”, dizia uma assessora que não se identificou.


Larissa Riquelme no estádio Mário Kempes, em Córdoba, na Argentina
Marcel Rizzo
Larissa Riquelme no estádio Mário Kempes, em Córdoba, na Argentina