Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com status de "camarão", Daniel Carvalho chega ao Palmeiras

Jogador chega ao CT acompanhado por diretores, presidente e com sala de imprensa cheia

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Sala de coletiva do Palmeiras lotada, e presença de Arnaldo Tirone, presidente do clube, e parte de sua família, Roberto Frizzo, vice de futebol, e de Rubens Reis, diretor de marketing. Tudo para a apresentação de Daniel Carvalho, que pode não ter tido um desempenho de encher os olhos para o torcedor, mas teve uma apresentação de "camarão" no Centro de Treinamento nesta terça-feira.

Leia mais: Daniel Carvalho já treina no Palmeiras

O meia admitiu estar acima do peso, mas não revelou quantos quilos quer perder, e disse, ainda, que todos precisam esquecer o jogador de 17 anos que surgiu no Internacional, quando pouco depois, foi negociado com o CSKA, da Rússia.

Danilo Lavieri, iG São Paulo
Daniel Carvalho se apresenta ao lado de Arnaldo Tirone


"Eu espero que as pessoas esqueçam o físico do Daniel que surgiu no Inter. Já são mais de dez anos e eu continuo com a técnica que tenho. O dom que eu sempre tive eu não perdi. Agora, preciso perder um pouco menos de quilos do que eu pensava e estarei à disposição da comissão técnica. Com certeza vai dar tempo para estrear no Paulistão", afirmou Daniel.

Confira também: Saída de Marcos deixa Palmeiras sem unanimidades no elenco

Após uma leve corrida no gramado, Daniel afirmou que pouco conheceu o grupo, mas elogiou seus companheiros e disse que o ano de 2012 será de reconquistas tanto para ele quanto para o Palmeiras. Ele também afirmou que não tem preocupações com a pressão que sofrerá de sua torcida e que a cobrança por bons resultados vai ajudar para que seu desempenho seja melhor.

Veja ainda: Frizzo descarta Carlos Alberto como reforço do Palmeiras

"Eu não conheci muito meu grupo ainda, mas sei que temos qualidades. Senti confiança da comissão técnica e esse ano vai ser bom para mim e para o Palmeiras. Tive dificuldades no ano passado e o Palmeiras também vem de um ano difícil. Espero que 2012 seja melhor para os dois. Com certeza, vamos recolocar o Palmeiras no lugar que ele merece", completou o jogador.

E mais: Técnico do Ajax se diz surpreso com esquema usado por times do Brasil

Sobre a negociação, Roberto Frizzo não quis dar detalhes econômicos de como foi a transação, apenas disse que o acordo não foi fechado sem o envolvimento de mais valores. "São vários detalhes que envolveram. O Daniel está aí, vamos comemorar. Foi um acerto entre os clubes", disse o dirigente.

O detalhe é que, antes da negociação ser concretizada, o cartola batia o pé e afirmava que não bastaria a troca de atletas, já que os direitos econômicos não pertenciam ao Atlético-MG. Já Pierre, que foi moeda de troca, tinha 100% dos seus direitos presos ao Palmeiras e assinou com o clube mineiro por três anos.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG