Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com sondagens de Flamengo e Brescia, Felipe admite que pode sair do Santos

Goleiro pode voltar a trabalhar com técnico Vanderlei Luxemburgo, que o promoveu a profissional, caso vá para a Gávea

Gazeta Esportiva |

O goleiro Felipe, titular do Santos durante praticamente todo o primeiro semestre de 2010, ainda se recupera de uma cirurgia ligamentar no joelho direito. Mas, apesar disso, o arqueiro santista confirmou que tem recebido sondagens para deixar a Vila Belmiro. Flamengo e o Brescia (Itália) são os principais interessados na sua contratação.

"Tenho uma sondagem do Brescia e outra do Flamengo, mas não chegou nada oficial para mim ainda. A minha cabeça está, no momento, focada na minha recuperação. Quando eu me recuperar plenamente vou procurar decidir o meu futuro", disse Felipe, em entrevista à "TV Record Litoral".

Segundo o goleiro santista, representantes do clube italiano, que está disputando o campeonato da primeira divisão do país, estiveram recentemente no CT Rei Pelé, para acompanhar a recuperação de Felipe no Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação para Atletas de Futebol).

"Os representantes do Brescia vieram realmente ver a minha recuperação. Lá no Cepraf, eles me perguntaram como eu estava. Mas foi como eu disse: não vou entrar em especulações. Primeiro, vou me recuperar. Se tiver alguma coisa no futuro, irei pensar com carinho", comentou.

Em relação ao interesse do Flamengo, Felipe se mostrou bem receptivo a ideia, já que na Gávea, o jovem arqueiro seria comandado novamente pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Vale lembrar que foi Luxa quem promoveu a ascensão de Felipe ao elenco profissional do Santos, em 2006. Posteriormente, em 2009, durante a sua última passagem pela Vila Belmiro, Luxemburgo alçou Felipe do posto de terceiro goleiro a titular da equipe.

"Sobre o Flamengo, eu conversei com o meu empresário e há mesmo um grande interesse deles em me contratar para o ano que vem. Vamos ver", afirmou Felipe, ciente de que poderá não ter muito espaço no Santos no próximo ano, com a manutenção do atual titular Rafael no grupo e a possível chegada de mais um goleiro para o time.

"Sou bem tranquilo e vou pensar muito bem no que irei fazer. Em primeiro lugar está a minha recuperação para, depois, eu ver a minha situação no Santos. Até porque, eu não vou deletar essas duas possibilidades que surgiram na minha carreira", encerrou.

Leia tudo sobre: flamengofutebol internacionalitáliamercado da bolasantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG