Equipe de Lisboa chegou a 36 pontos, dois acima do Porto que, assim como o líder, está invicto no torneio

O Benfica iniciará a última rodada do primeiro turno do Campeonato Português sozinho na liderança. E deve o feito a Bruno César . O ex-meia do Corinthians deu show neste domingo na casa do União Leiria, fazendo um golaço para abrir o placar e participação em outros dois gols - uma deles com passe de calcanhar - na vitória por 4 a 0 sobre os anfitriões.

O desempenho do brasileiro que já foi titular da Seleção de Mano Menezes fez com que sua equipe se aproveitasse do tropeço do Porto, que ficou no 0 a 0 em clássico com o Sporting Lisboa na rodada. O Benfica, por sua vez, somou três pontos e chegou a 36, dois acima do Porto que, assim como o líder, está invicto no torneio.

A alegria do clube que tem uma águia como símbolo começou a se confirmar graças a um belo lance de Bruno César. Logo aos nove minutos de jogo, o meia canhoto dominou um rebote de fora da área com a direita e trocou de pé para, sem deixar a bola cair, arrematar sem chances para o goleiro Gottardi.

O Benfica, que ainda tinha o zagueiro Luisão entre os titulares, manteve-se controlando o jogo e, no segundo tempo, transformou a vitória em goleada. Aos quatro minutos da etapa final, Rodrigo lançou Cardozo na área e o centroavante arrematou com força no ângulo para fazer o segundo gol do confronto.

A partir daí, a noite portuguesa teve Bruno César como dono. Aos 28 minutos, o ex-jogador do Corinthians enganou a marcação adversária ao tocar para Rodrigo, que passou por trás da zaga e desviar no gol. Aos 32, o meia tocou de calcanhar para Maxi, que rolou para Rodrigo completar para o fundo das redes.

Vítima da excelente atuação de Bruno César, o União Leiria segue na zona de rebaixamento: ocupa a penúltima colocação na liga nacional, estacionado nos 12 pontos. Na próxima rodada, a equipe tenta se recuperar em visita ao Nacional na Ilha da Madeira, enquanto o Benfica recebe o Vitória de Setubal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.