Time de Leonardo Moura e Angelim vence e diminui a diferença no confronto contra Ronaldinho Gaúcho e Renato

Jogador do elenco atual que está há mais tempo no Flamengo , o lateral-direito Leonardo Moura é o presidente de um dos times do treinamento recreativo, o popular rachão. Nesta sexta-feira, ele comemorou a vitória sobre o adversário comandado por Ronaldinho Gaúcho  por 5 a 3, diminuindo a diferença na disputa geral que vai até o fim do ano.

“Eles estão com sete de vantagem sobre a gente. Eu e o Ronaldo Angelim somos presidente e vice-presidente do time de colete, e o Ronaldinho e o Renato são os do sem colete”, contou Leonardo Moura, confiante na virada. “Nosso time é de planejamento a longo prazo”, brincou o jogador, desde 2005 no Flamengo.

Time com colete levou a melhor no rachão desta sexta
Vipcomm
Time com colete levou a melhor no rachão desta sexta

A brincadeira ajuda a descontrair o grupo em momentos complicados. O time vem de três empates consecutivos na Taça Rio e ocupa apenas a quarta colocação do Grupo A, com nove pontos, um atrás de Vasco, Boavista e Americano. Apenas os dois primeiros se classificam para as semifinais.

“A gente não pode parar, tem que continuar. O pensamento tem que ser esse para voltar a alegria do primeiro turno, quando o time foi campeão da Taça Guanabara”, disse Leonardo Moura. “Ninguém gosta de empatar, nasci para vencer”, emendou.

Sábado, às 18h30, o Flamengo enfrenta o Duque de Caxias, no Engenhão. Será a volta do time ao Rio depois de dois jogos seguidos em Macaé, em que frustrou a torcida com dois empates (0 a 0 com a Cabofriense e 3 a 3 com o Madureira).

“Sempre que o time mais precisou, a torcida esteve junto com a gente. Não precisamos pedir, pois eles sempre comparecem. Quem joga no Flamengo tem que saber lidar com essa pressão”, explicou Leonardo Moura.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.