Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com reservas, Santos tem sequência positiva quebrada pelo Mogi

Muricy escalou os reservas na partida disputada em Mogi Mirim. De virada, time da casa venceu por 3 a 1

Gazeta |

O Santos vinha de uma série de sete vitórias consecutivas no Campeonato Paulista . Mas o time da Vila Belmiro viu a sua sequência positiva dentro da competição ser interrompida pelo Mogi Mirim, neste sábado, no Estádio Romildão. Os donos da casa ganharam por 3 a 1, com dois gols de Val e um de Felipe. Dimba descontou para o Peixe, em confronto válido pela 13° rodada do Estadual.

Veja também: Mesmo com um a mais, Corinthians cede empate no final ao Guarani

O triunfo do Mogi levou a equipe aos 26 pontos, saltando provisoriamente para a terceira colocação, com um ponto a menos que os santistas, vice-líderes do Paulistão. A posição dos dois clubes só será definida após o complemento da rodada, neste domingo.

Depois de utilizar os reservas no duelo com o Sapão, o Alvinegro Praiano agora volta a campo diante do Juan Aurich (Peru), na próxima quinta-feira, em Chiclayo, pela Copa Libertadores da América.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

O jogo
A partida começou em ritmo acelerado. Tanto que, logo aos três minutos, o Santos abriu o placar. Elano fez o lançamento para Felipe Anderson, que ajeitou a bola e tocou para Dimba concluir com precisão colocar o Peixe em vantagem.

Mas a alegria santista durou pouco tempo. Isto porque, aos seis, o Mogi Mirim chegou ao empate. A cobrança de falta partiu da direita e o volante Val se antecipou a zaga alvinegra para cabecear no canto de Aranha, deixando tudo igual: 1 a 1.

Após o empate, o Sapão passou a pressionar em busca do segundo gol e criou boas chances para chegar a virada. Aos 16, em um cruzamento despretensioso do lateral Piauí. A bola saiu fechada e, rápida, quase surpreendeu Aranha. Atento, o goleiro do Santos espalmou, evitando o segundo gol dos donos da casa.

O Peixe respondeu mais tarde, em um bate-rebate dentro da grande área, aos 28. A bola sobrou para o lateral esquerdo Paulo Henrique, após cobrança de escanteio, e o zagueiro Bruno Rodrigo quase marcou para a sua equipe, de cabeça. O goleiro Anderson evitou o gol santista.

O Mogi Mirim voltou a assustar aos 37, quando Roni começou a jogada, Ratinho cortou Bruno Rodrigo e encontrou Hernane, dentro da área. O centroavante fez o giro e soltou a bomba, mas Aranha fez grande defesa e evitou o gol adversário.

AE
Val comemora com o banco do Mogi após empatar a partida na primeira etapa

Dois minutos depois, o Sapão teve mais uma boa oportunidade para virar o jogo. Elano errou o passe e gerou o contra-ataque do Mogi, que quase culminou com um gol de Roni. Porém, Aranha estava atento mais uma vez e defendeu o chute de Roni.

Melhor em campo e criando várias chances de gol antes do intervalo, o time da casa quase balançou as redes novamente no final do primeiro tempo. Aos 42, Felipe lançou Val, que dominou a bola e bateu para mais uma boa defesa de Aranha, principal figura do Alvinegro Praiano na etapa inicial.

Na volta para o segundo tempo, o técnico do Mogi Mirim, Guto Ferreira,foi obrigado a sacar Baraka, que sentiu lesão e ficou nos vestiários da equipe, não retornando para o duelo. Rodrigão entrou em seu lugar.

O Sapão quase alcançou a virada, aos quatro minutos, mas Aranha apareceu bem mais uma vez, em boa cobrança de falta de Felipe.

Só que, de tanto insistir, o Mogi Mirim chegou ao seu segundo gol. Aos nove, Vinícius Simon falhou e Felipe disparou em velocidade, antes de chutar forte, rasteiro, sem chances para Aranha, desta vez.

Desnorteado, o Santos viu os donos da casa anotarem o terceiro gol, com Val. Aos 14, Felipe fez grande lance individual, driblando facilmente o meia santista Felipe Anderson, antes de encontrar Val livre, na entrada da área, para soltar a bomba e balançar as redes alvinegras novamente.

Logo após o gol, o técnico do Peixe, Muricy Ramalho, começou a mexer na sua equipe, visando buscar pelo menos o empate. Aos 16, Felipe Anderson foi substituído por Breitner. Cansado, o volante Adriano, que voltou a jogar neste sábado, depois de pouco mais de três meses afastado dos gramados, se recuperando de uma cirurgia no tornozelo direito, deu lugar ao jovem Alan Santos.

Com o terceiro gol do Mogi, a equipe da casa passou administrar a sua vantagem, deixando o ritmo da partida mais lento. Por isso, Muricy queimou a sua última alteração aos 37, quando o atacante Tiago Alves substituiu o volante Anderson Carvalho. No Mogi, Roni saiu para a entrada de Jefferson Maranhão e Felipe que cedeu a sua vaga para Marcelo Macedo.

O Santos ainda desperdiçou uma grande oportunidade de pressionar os donos da casa nos minutos finais, quando Dimba mandou para a fora o rebote de uma cabeçada de Bruno Rodrigo na trave. Aos 40, sem goleiro, o jovem atacante isolou a bola, naquela que foi a última boa chance de gol da partida, antes do apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA
MOGI MIRIM 3 X 1 SANTOS

Local: Estádio Romildão, em Mogi Mirim (SP)
Data: 10 de março de 2012, sábado
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Rafael Ferreira da Silva e Fausto Augusto Viana Moretti
Adicionais: Leonardo Ferreira Lima e Júnior César Lossávaro
Cartões amarelos: Vinícius Simon, Bruno Rodrigo e Elano (Santos)
Gols:
MOGI MIRIM: Val, aos 6 minutos do primeiro tempo e aos 14 minutos do segundo tempo; Felipe, aos 9 minutos do segundo tempo
SANTOS: Dimba, aos 3 minutos do primeiro tempo

MOGI MIRIM: Anderson; Edson Ratinho, Tiago Alves, Fonseca e Piauí; Baraka (Rodrigão), Val, Gil e Felipe (Marcelo Macedo); Roni (Jefferson Maranhão) e Hernane
Técnico: Guto Ferreira

SANTOS: Aranha; Maranhão, Bruno Rodrigo, Vinicius Simon e Paulo Henrique; Adriano (Alan Santos), Anderson Carvalho (Tiago Alves), Elano e Felipe Anderson (Breitner); Dimba e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

 

Leia tudo sobre: santosmogi mirimcampeonato paulista 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG