Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com quatro Libertadores, Ramírez espera ser útil ao Corinthians

Meia peruano tem experiência no torneio e se oferece para ajudar contra o Tolima

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Luis Ramírez, apresentado como novo meia do Corinthians na quinta-feira, pode orgulhar-se de um feito no seu currículo raro entre os jogadores do elenco corintiano. Com a Libertadores de 2011, Cachito, como gosta de ser chamado, completa cinco participações no torneio mais prestigiado do continente. Só Danilo, que já jogou quatro Libertadores, tem a mesma bagagem.

Gazeta Press
Ramírez estreia no domingo de olho na quarta-feira

“Espero ajudar com essa minha experiência. A Copa Libertadores é um torneio muito distinto dos outros e todas informações que tivermos sobre ela pode ajudar. Espero contribuir”, disse Cachito, durante sua apresentação oficial na última quinta-feira.

Peruano de 26 anos, o meia disputou sua primeira Libertadores em 2005, com o Cienciano. Ele ficou dois anos fora do torneio e desde 2008 tem participado de todas as edições. Em 2008, Cachito defendeu o Cel. Bolognesi, também do Peru. Em 2009, na primeira experiência fora do seu país, Ramírez defendeu o Libertad, do Paraguai. No ano passado, de volta ao Peru, foi titular do Universitario na competição.

Mesmo com quatro participações, Ramírez não conseguiu ir além das oitavas de final. Em 2005, o Cienciano ficou na pré-Libertadore. Em 2008, com o Bolognesi, Ramírez não passou da primeira fase. Suas melhores campanhas aconteceram nos dois últimos anos. Com o Libertad, o meia caiu nas oitavas para o Estudiantes e no ano passado o São Paulo interrompeu a trajetória do Universario na disputa por pênaltis no Morumbi.

Ramírez diz que assistiu ao jogo de ida do Corinthians contra o Tolima e acredita que na volta, quarta-feira, em Ibagué, sua nova equipe poderá ter mais facilidades por conta da necessidade do Tolima em buscar o gol, o que não aconteceu no Pacaembu.

“Creio que a disputa está aberta. Aqui o Corinthians tentou, buscou, mas eles não saíram de trás. O empate pode ser visto como derrota, por se tratar instituição vencedora, mas tem a partida de volta e lá o Tolima terá de se abrir mais”, disse.

Ramírez está inscrito na Libertadores, mas ainda não sabe se viajará para a Colômbia com a delegação. Sua estreia pelo Corinthians acontece no domingo, contra o São Bernardo, às 19h30, no ABC, pelo Campeonato Paulista. Contra o Tolima, dia 2, o Corinthians precisa vencer ou de um empate com gols para avançar à fase de grupos.

Leia tudo sobre: corinthianslibertadorestolimaluis ramirez

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG