Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com pressão menor, Atlético-MG espera deixar fase ruim para trás

Depois da vitória sobre o Atlético-PR, Cuca diz que jogadores devem ter melhor rendimento nas partidas

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Réver diz que primeiro turno ruim serve de exemplo para os jogadores do Atlético-MG
Depois de vencer o Atlético-PR por 1 a 0 , com gol de Mancini , o Atlético-MG espera que a pressão sobre os jogadores seja menor a partir do jogo deste sábado, contra o Avaí . Depois de quebrar um jejum de nove partidas sem vitórias, o técnico Cuca acredita que a equipe vai continuar sua evolução dentro do Campeonato Brasileiro.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

“A gente vê no vestiário o peso que tiraram das costas. O pessoal está feliz e contente, começamos o segundo turno como imaginamos que podíamos começar. Ganhamos uma partida, lógico que é pouco, mas é o início de uma sequência boa que podemos ter”, disse o técnico Cuca.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

O goleiro Renan Ribeiro concorda com treinador e revela que a pressão pela falta de vitórias ocorria na rua e até mesmo dentro de casa. “A pressão existe, é cobrança de torcedor, da nossa família. Sofremos pressão de todos os lados. Entramos em campo para conseguir os três pontos, mas infelizmente não estávamos conseguindo. Essa vitória foi muito importante e vamos com tudo para cima do Avaí”.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

Somente uma vez neste Brasileirão o Atlético-MG conseguiu vencer duas vezes seguidas , e foi justamente nos jogos contra Atlético-PR e Avaí. Depois de começar bem a competição e chegar a ser líder da competição , o time alvinegro conseguiu somente duas vitórias em 17 jogos. Sem o peso nas costas que incomodou o time nas rodadas anteriores, Réver acredita que o Atlético-MG pode aprender com os erros do primeiro turno para sair da parte de baixo da classificação.

“No início da competição tivemos uma sequência boa de resultados e se criou uma expectativa muito grande sobre o elenco e o clube. Então a equipe tem uma queda muito grande, fica um mês sem vencer, é complicado, é difícil lidar com isso. Já passamos por poucas e boas esse ano, espero que a gente possa encontrar o caminho da felicidade no segundo turno e buscar as vitórias que deixamos escapar. Mas ao mesmo tempo pensar no que fizemos no primeiro turno, para não repetirmos os erros”, disse o zagueiro Réver .

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG