Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com lista de problemas, Palmeiras encara Atlético-PR em confronto direto pelo G4

Time paulista não terá seus principais jogadores e só venceu uma vez na história na Arena da Baixada

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861819584&_c_=MiGComponente_C

O panorama do Palmeiras não é dos melhores para essa quinta-feira contra o Atlético-PR. A lista de dificuldades é grande e começa com o fato do time não contar com Valdivia e Kleber, seus dois principais jogadores. Além disso, jogará na Arena da Baixada, estádio em que ganhou apenas uma vez em toda a história. No local, a torcida curitibana também só viu seu time perder uma vez só nesse Brasileirão, contra o Cruzeiro.

Todos esses problemas, no entanto, precisam ser deixados de lado para que a meta de chegar à zona de classificação para a Libertadores seja cumprida. Principalmente, porque ambos os times têm 47 pontos e fazem um confronto direto pelo grupo de cima da tabela. Felipão destaca o espírito de grupo para que tudo que joga contra o Palmeiras não faça diferença.

O Atlético-PR tem uma vantagem, pois joga na Arena da Baixada. Lá, eles se impõem muito mais e eles ainda recebem jogadores que estavam fora e têm o mesmo número de pontos. O jogo é importante para os dois. Mas dentro de campo, a vontade é que faz a vantagem. E com essa vontade que nós estamos tendo, mantendo o nosso foco, vamos deixar tudo isso de lado, afirmou o comandante.

Uma dificuldade que não bastará a vontade para ser superada é a mira. A dupla de ataque será formada por Luan e Tadeu. Juntos, eles têm apenas um gol no Brasileirão, que foi marcado por Tadeu contra o Vitória. Justamente por isso, o Palmeiras treinou durante os dias que antecederam o jogo muita finalização.

O Felipão e Murtosa enfatizam muito a parte técnica e principalmente a finalização. Às vezes, tem uma chance só no jogo e é isso que define o jogo, disse Tadeu.

Desfalques também atrapalham Atlético-PR

Do outro lado, estará o Atlético-PR, que vem de derrota por 2 a 1 para o São Paulo na Arena Barueri. Para voltar ao caminho das vitórias e manter perto o sonho da Libertadores, o time do Paraná aposta na batida de faltas de Paulo Baier. O veterano, aliás, já sabe do duelo que travará com Marcos Assunção dentro de jogo.

Eu tenho um aproveitamento bom, e o Marcos Assunção também. É um duelo particular. Tomara que dê tudo certo e eu possa sair na frente, disse Paulo Baier, que tem cinco gols e é vice-artilheiro do time, atrás de Bruno Mineiro.

O treinador Sérgio Soares também sabe da especialidade de Marcos Assunção, que foi exaustivamente treinada nesta quarta-feira. Justamente por isso, o Atlético tentará evitar faltas na entrada da área.

Vamos treinar bastante, principalmente essas bolas paradas defensivas. Vamos estar preparados para neutralizar. Mas dificilmente você evita todas as faltas, uma hora ou outra vai acontecer, completou Sérgio Soares.

Rhodolfo, Branquinho, Maikon Leite e Élder Granja foram vetados pelo departamento médico. Guerrón e Deivid estão suspensos. Wagner Diniz, Rafael Santos e Iván González estão confirmados por Soares.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-PR X PALMEIRAS
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 04 de novembro de 2010, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (Fifa/RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

ATLÉTICO-PR: Neto; Wagner Diniz, Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Chico, Vitor, Paulo Baier e Netinho; Ivan González e Bruno Mineiro
Técnico: Sérgio Soares

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Danilo, Fabrício e Gabriel Silva; Edinho, Tinga, Marcos Assunção e Lincoln; Luan e Tadeu.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Leia tudo sobre: atlético-prcampeonato brasileirofutebolpalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG