Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com início melhor que o de Ronaldo, Liedson só pensa no grupo

Começo do novo camisa 9 é mais promissor que o do "Fenômeno", mas atacante jura não ambicionar artilharia

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Gazeta Press
Liedson tem média superior a um gol por jogo, mas evita falar em artilharia
A cada jogo de Liedson a saudade de Ronaldo entre os corintianos diminui. Não é à toa. Com seu começo arrasador, o novo camisa 9 do Corinthians tem números bem melhores que os do “Fenômeno” na sua chegada ao clube. Nos quatro primeiros jogos que Ronaldo fez com a camisa corintiana ele marcou dois gols. No mesmo número de partidas, Liedson já tem cinco.

“Não gosto de comparações. Ronaldo é único e insubstituível. Quero escrever minha história no Corinthians com mais títulos. E meus gols só vão servir se ajudarem para isso. Foi pensando nisso que voltei ao Brasil”, disse Liedson.

Desde que retornou ao Corinthians o atacante nunca deixou de lado o discurso padrão entre atletas. Diz que não pensa em feitos pessoais e que tem o exclusivo interesse em ajudar o time a alcançar conquistas. Porém, o bom início no Corinthians já o permite pensar em ir além do jogo de equipe e conquistar algo raro para corintianos nos últimos anos: a artilharia no Estadual.

A última vez que um jogador do clube foi o goleador máximo do Paulistão foi em 2006, com Nilmar, que marcou 18 vezes. Antes disso, só em 1993, com Viola, autor de 20 gols naquela edição.

“Eu não penso em artilharia. Quero continuar fazendo gols para manter o Corinthians entre os primeiros colocados. Claro que ser artilheiro é bom, mas antes disso temos que manter as vitórias mesmo que não seja eu que faça os gols”, disse o modesto artilheiro. Nesta edição do torneio o principal goleador é Elano, do Santos, que marcou sete vezes.

Liedson já conquistou um título pelo Corinthians na sua primeira passagem pelo clube em 2003.

Ele ajudou a levantar o Paulistão daquele ano, quando não foi o artilheiro, mas foi fundamental na campanha ao anotar seis gols em 10 jogos, um deles na final contra o São Paulo. Luís Fabiano, com oito tentos, foi o goleador do torneio.

Leia tudo sobre: corinthianscampeonato paulista 2011liedson

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG