Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com gols no fim, Udinese derrota o Atlético de Madri e vira líder

Benatia e Floro Flores fizeram os gols do time italiano, que passam a liderar o grupo I. Espanhois estão em segundo

Gazeta |

O time da Udinese desperdiçou muitas oportunidades no primeiro tempo, não conseguiu organizar uma jogada no segundo mas, três minutos antes do final, deixou de decepcionar sua torcida com um gol marcado pelo lateral Benatia. E ainda restava tempo para, aos 48, Floro Flores anotar o segundo e definir a vitória por 2 a 0.

Dessa forma, os italianos tomam a liderança do grupo I com sete pontos, deixando o time do brasileiro Diego na segunda colocação com quatro. Por sorte, os espanhois não perderam mais uma posição, já que Rennes e Celtic empataram na França e seguem na terceira e quarta colocação, respectivamente.

O início foi avassalador, com Armero e Badu armando as principais tramas ofensivas, mas sem sucesso na hora da conclusão, já que Floro Flores não cansou de desperdiçar chances reais de abrir o placar aos dois, aos oito e aos 17 minutos, quando bateu por cima do gol de Courtois.

A partir dos 20 minutos, a equipe espanhola se reorganizou e deu menos espaços. Foi quando o lateral brasileiro Felipe Luís teve a bola nos pés para armar o time, pois Diego e Juanfran tinham dificuldades em penetrar a sólida defesa da Udinese.

Se no final do primeiro tempo, aos 44, o goleiro Courtois falhou e quase ofereceu a oportunidade para a Udinese marcar, o final do segundo tempo seria ainda mais emocionante e alucinante.

Antes disso, no entanto, o time espanhol teve a chance de ouro para abrir o placar com a entrada de Reyes no lugar do ineficiente Juanfran, mas esbarrou mais uma vez na zaga, que desferia chutões para livrar o perigo, e também no goleiro Handanovic, que teve trabalho para impedir a comemoração de Falcao Garcia.

Quando o Atlético de Madri começou a trocar passes de lado com a missão de voltar para casa com um ponto conquistado, a Udinese se atirou à frente e, em dois momentos de muita felicidade, fez o que esteve para fazer durante toda a partida: gols.

Aos 42 do segundo tempo, após cobrança de escanteio e intervenção de Fabbrini, o defensor Benatia finalizou e abriu o placar. Cinco minutos depois, já nos acréscimos, foi o desacreditado atacante Floro Flores quem aproveitou o contragolpe puxado por Badu e fez a lição de casa de todo centroavante, aumentando e definindo a contagem.

Leia tudo sobre: Liga Europa 2012futebol mundialitáliaespanha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG