Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com golaço do meia Ramírez, Corinthians empata com o São Bernardo

Pensando no jogo de volta contra o Tolima, técnico Tite escalou equipe reserva no duelo de São Bernardo

Gazeta |

nullUm golaço do estreante Cachito Ramírez - uma bomba da entrada da área -, aos 35 minutos da etapa final, decretou o empate por 2 a 2 entre os reservas do Corinthians e o São Bernardo, pela quinta rodada do Paulistão, no Estádio 1º de Maio, em São Bernardo. Com um jogo a menos, o Corinthians chegou a seis pontos - sete a menos que os líderes Santos e Palmeiras. O São Bernardo tem cinco.

Antes da partida, o ex-presidente Lula, que mora e iniciou sua trajetória política em São Bernardo, discursou para os torcedores. Vestido com uma camisa metade branca, do Corinthians, metade amarela, do Bernô, ele cobrou uma melhor apresentação da equipe da capital contra o Tolima, no jogo de volta pela pré-Libertadores.

Para atendê-lo, Tite teve de promover a estreia de alguns reforços do clube neste domingo: o zagueiro Wallace, o lateral esquerdo Fábio Santos e o meia Cachito foram titulares, enquanto o atacante Willian entrou na etapa final. Aqueles que geralmente iniciam jogando - com exceção de Julio Cesar - foram poupados para o jogo de Ibagué, às 22 horas (de Brasília) de quarta-feira.

Pelo Paulistão, o Corinthians volta a campo no próximo domingo, para o clássico contra o Palmeiras, no Pacaembu. Já o São Bernardo encara o Bragantino, na quinta-feira, em jogo válido pela sexta rodada.

O jogo

Os reservas do Timão demoraram a engrenar. A equipe dependia de alguns bons lampejos de Ramírez e Edno para assustar, enquanto o São Bernardo abusava da velocidade do atacante Danielzinho. Foi dele, em chute de bico que Julio Cesar espalmou, a primeira chance do jogo, aos dez minutos.

Controlando as ações, os mandantes chegaram ao gol cinco minutos mais tarde: Júnior Xuxa recebeu passe da esquerda e, livre na grande área, só teve o trabalho de deslocar Julio Cesar antes de comemorar. O tento empolgou o São Bernardo, que teve outra boa chance aos 28 minutos, com Willian Favoni, que finalizou da pequena área, nas mãos do goleiro.

Aos poucos, o Corinthians passou a trocar passes e segurar a bola no campo de ataque por mais tempo. A equipe cresceu e, em uma das poucas jogadas que conseguiu concluir, chegou ao empate com Danilo, que recebeu de Edno pela esquerda da área e tocou por cima de Marcelo Pitol para balançar as redes.

No intervalo, Tite colocou Ralf no lugar de Marcelo Oliveira. Mais compacto, o time manteve o domínio nos primeiros minutos. Ruy Scarpino respondeu com a entrada de Nenê na vaga de Romarinho no setor ofensivo, deixando o jogo equilibrado novamente.

 

AE
Jogadores comemoram com Ramírez o gol que garantiu o empate ao Corinthians em São Bernardo

O Corinthians chegou com perigo primeiro, em chute cruzado de Edno pela esquerda, que assustou. O São Bernardo respondeu com Danielzinho - sempre ele -, que driblou Julio Cesar e tocou fraco para o gol, dando a Moradei a chance de se atirar à frente da bola e salvar o alvinegro.

Aos 19 minutos, o estreante Willian entrou no lugar de Morais, que teve nova atuação apagada. O time cresceu e criou duas boas chances em menos de um minuto. Primeiro, aos 24, Ramírez disparou um chute forte da esquerda e Marcelo Pitol espalmou. Logo na sequência, Paulinho recebeu passe de calcanhar de Diego e bateu cruzado, assustando o goleiro novamente.

nullScarpino agiu novamente e fortaleceu o setor direito da defesa com a entrada de Henrique na vaga de Régis. Mas foi pela esquerda que o São Bernardo decidiu o jogo: aos 27, Lucas arriscou da entrada da área, Julio Cesar rebateu e o lateral Kauê chegou chutando com força para marcar o segundo.

O Corinthians não demorou a reagir. Aos 35 minutos, Cachito Ramírez driblou o zagueiro com um giro á la Zidane, na entrada da área, antes de disparar uma pancada com o pé direito, no ângulo do goleiro Marcelo Pitol, que não teve como defender. Tite ainda apostou em outro titular na busca pela vitória: Bruno César substituiu Danilo, mas não brilhou.

A última chance do duelo foi do São Bernardo, aos 46 minutos do segundo tempo. No contra-ataque, Willian Favoni disparou pela direita e bateu forte, para ótima defesa de Julio Cesar, a poucos instantes do apito final.

FICHA TÉCNICA
SÃO BERNARDO 2 x 2 CORINTHIANS

Local: Estádio 1º de Maio, em São Bernardo (SP)
Data: 30 de janeiro de 2011, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Giulliano Neri Colisse e Fabio Rogério Baesteiro
Assistentes adicionais: Luiz Vanderlei Martinucho e Thiago Luis Scarascati
Público: 15.159
Cartões Amarelos: Danielzinho, Marcelo Pitol, Guto e Lucas. (São Bernardo)

Gols:
SÃO BERNARDO: Júnior Xuxa, aos 15 minutos do primeiro tempo, e Kauê, aos 27 minutos do segundo tempo.
CORINTHIANS: Danilo, aos 39 minutos do primeiro tempo, e Cachito Ramírez, aos 35 minutos do segundo tempo.

CORINTHIANS: Julio Cesar; Moradei, Wallace, Diego Sacomane, Fábio Santos; Paulinho, Marcelo Oliveira (Ralf), Cachito e Danilo (Bruno César); Morais (Willian) e Edno
Técnico: Tite

SÃO BERNARDO: Marcelo Pitol; Régis (Henrique), Leandro Camilo, Amarildo e Kauê; William Favoni, Dirceu, Lucas e Júnior Xuxa (Guto); Romarinho (Nenê) e Danielzinho
Técnico: Ruy Scarpino
 

Leia tudo sobre: Corinthianscampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG