Tamanho do texto

Em casa, o time de Joel Santana conseguiu se afastar da zona de rebaixamento, graças ao gol de Junior

null

O Bahia penou para fazer um gol, mas, quando fez, caprichou. Na noite desta quarta-feira, o time baiano recebeu o Atlético-PR no estádio de Pituaçu e conseguiu a vitória simples com Junior, que encobriu o goleiro Renan Rocha já aos 30 do segundo tempo, respirando um pouco mais aliviado no Campeonato Brasileiro .

Acesse a tabela de classificação do Brasileirão

Com o resultado, os comandados de Joel Santana chegam aos 30 pontos conquistados, se afastando da zona de rebaixamento do torneio. Em contrapartida, o Atlético-PR, com 23, passará pelo menos mais alguns dias na degola.Na próxima rodada, os baianos têm dura missão contra o Corinthians , no domingo, às 16h (de Brasília), no Pacaembu. No sábado, às 18h30 (de Brasília), o time paranaense também não deve ter vida fácil contra o embalado Fluminense .

Manoel e Souza disputam jogada em Salvador
Gazeta Press
Manoel e Souza disputam jogada em Salvador

O Jogo
O primeiro tempo foi basicamente um duelo de ataque contra defesa, com o Bahia dominando a posse de bola por mais tempo e o Atlético-PR se limitando a sair em raros contra-ataques. O primeiro lance de perigo, no entanto, foi dos visitantes, que ameaçaram com Morro García, de cabeça, aos 20 minutos.

Depois, porém, o Bahia foi só pressão. Após lançamento na área, Paulo Miranda cabeceou e exigiu bela defesa de Renan Rocha. Três minutos mais tarde, o mesmo Paulo Miranda invadiu a área e ficou cara a cara com o arqueiro adversário, mas demorou demais para finalizar e desperdiçou boa chance.

Aos 33, Marcos recebeu na direita de Souza e bateu cruzado, exigindo outra aparição importante de Renan Rocha. Ainda antes do intervalo, um lance provou reclamações dos anfitriões. Jones partiu em velocidade, limpou o goleiro e caiu, mas o juiz mandou seguir.

No segundo tempo, o time visitante melhorou sua postura e parou de dar espaços para os donos da casa. Em duas boas chegadas, Morro García acabou finalizando mal. Sem opções, o Bahia começou a ser vaiado pela torcida e pouco ameaçava.

Aos 30 minutos, no entanto, um lance de matador definiu o resultado. Junior recebeu livre dentro da área e, diferente de Morro García, mostrou muita categoria para, com um toque, encobrir Renan Rocha e dar a vitória aos donos da casa.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 0 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 21 de setembro de 2011, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves .
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios e Eduardo Lincoln Neves
Cartões Amarelos: Carlos Alberto, Jones e Lulinha (Bahia); Gustavo Araújo, Deivid e Morro García (Atlético-PR)
Gol: Junior, aos 30 minutos do segundo tempo

BAHIA: Marcelo Lomba; Marcos, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fabinho, Fahel, Hélder e Carlos Alberto (Camacho); Jones (Lulinha) e Souza (Júnior)
Técnico: Joel Santana

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Edilson (Kleberson), Manoel, Gustavo Araújo e Héracles (Edigar Junio); Deivid, Renan, Marcelo Oliveira e Paulo Baier; Morro García (Nieto) e Guerrón
Técnico: Antônio Lopes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.