Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com gol nos acréscimos, Vasco vence Flu e mantém sonho do título

Equipe empatava até os 45 minutos, quando Bernardo marcou o gol que leva a decisão para a última rodada

Hilton Mattos e Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

nullA torcida do Corinthians só teve o direito de soltar o grito de campeão por alguns minutos. Em uma partida digna de final de campeonato, o Vasco venceu o Fluminense por 2 a 1 neste domingo, no estádio Engenhão, com direito a gol aos 45 minutos do segundo tempo, e adiou a decisão do título brasileiro para a última rodada. Assim, a vitória de 1 a 0 do Corinthians sobre o Figueirense, que dava a taça aos paulistas, não foi suficiente para decidir o campeonato.

Corinthians e Vasco brigam pelo título. Confira a classificação do Brasileiro

Com a vitória, o Vasco sobe para 68 pontos, dois atrás do time paulista. O resultado também encerra qualquer chance de o Fluminense ser campeão. Na próxima rodada, as duas equipes jogam os clássicos cariocas. O Fluminense enfrenta o Botafogo, enquanto o Vasco entra em campo contra o Flamengo. O local das duas partidas será decidido pela CBF nesta semana, mas a tendência é que Vasco e Flamengo, o jogo que pode decidir o título, seja disputado no Engenhão.

Definição do Brasileiro fica para a rodada de clássicos. Comente

Em um primeiro tempo equilibrado, os dois times perderam várias oportunidades de gol e ficaram no empate. Na segunda etapa, o destaque foi o atacante Alecssandro, que entrou e marcou o gol de empate, além de participar do segundo gol do Vasco, anotado por Bernardo aos 45 minutos da etapa final.

O Jogo


As duas equipes entraram em campo com força máxima, valorizando ainda mais o clássico. Pelo Fluminense, o técnico Abel Braga conseguiu repetir a mesma escalação após quatro meses. No Vasco, o atacante Elton, que era dúvida por conta de dores no tornozelo, começou a partida entre os titulares.

A partida já começou com polêmica na arbitragem no primeiro minuto. Diego Souza recebeu lançamento em posição legal e marcou o gol, mas o árbitro marcou impedimento na jogada, anulando o tento e irritando a torcida vascaína.

Leia ainda: Ronaldinho marca, e Flamengo vence o Inter

Agência O Globo
Bernardo foi o grande herói do Vasco
O Vasco criava principalmente pelo lado esquerdo, com a aproximação do meia Felipe com Diego Souza. Dominando mais o meio-campo, time da Colina era superior na posse de bola, mas foi o Fluminense que chegou com perigo. Aos 12 minutos, Diguinho lançou Fred nas costas da defesa. O atacante bateu de primeira, mas a bola saiu fraca para a defesa de Fernando Prass.

A resposta do Vasco veio dois minutos depois. Juninho desceu pela direita e cruzou na cabeça de Elton, que livre na área, cabeceou para fora, perdendo uma chance incrível. O jogo ficou mais equilibrado, com os dois times perdendo chances importantes para abrir o placar. Aos 24 minutos, Fred recebeu de Sóbis na entrada da área, girou sobre a marcação de Dedé e chutou na trave esquerda de Prass, que apenas torceu.

A chance mais clara, porém, foi perdida pelo Vasco. Aos 31 minutos, Juninho cobrou escanteio da direita e Rômulo desviou de cabeça para grande defesa de Diego Cavalieri. No rebote, livre na pequena área, Elton conseguiu acertar o travessão, perdendo uma oportunidade incrível de abrir o placar no Engenhão.

As duas equipes seguiam perdendo oportunidades claras. Aos 32, Deco cruzou da direita para a área, Fred ajeitou de cabeça e Marquinho, que vinha de trás, chutou por cima do gol de Fernando Prass. Foi o último lance de perigo da primeira etapa, que com boas chances desperdiçadas pelos dois lados, terminou empatado sem gols.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e comente o jogo


A única mudança para a segunda etapa aconteceu no Vasco, com a saída de Elton, com dores no tornozelo, para a entrada de Bernardo. Assim, Diego Souza passou a fazer a função de centroavante. Diferente da primeira etapa, o segundo tempo começou com muitas faltas e poucas oportunidades de gol. Em dez minutos, dos sete aos 17, foram seis cartões amarelos distribuídos para jogadores das duas equipes.

Tentando recuperar o domínio da partida, o técnico Cristóvão Borges realizou duas mudanças, tirando o volante Juninho Pernambucano para a entrada de Fellipe Bastos, e o meia Felipe para a entrada de Alecssandro. Quem ameaçava mais na segunda etapa, porém, era o Fluminense. Aos 21 minutos, Deco cobrou rápido uma falta e lançou Sóbis, que saiu na cara de Prass, mas chutou rente a trave direita.

Mas se o Vasco não dominava a partida e tinha dificuldade, entrou em ação a estrela do atacante Alecssandro. Autor de gols importantes na temporada, principalmente na campanha da Copa do Brasil, o jogador fez o que dele se espera: bola na rede.

Aos 31 minutos, após cobrança de escanteio, Rômulo escorou de cabeça e Alecssandro, na segunda trave, cabeceou entre as pernas do goleiro Diego Cavalieri, levando a torcida do Vasco ao delírio. O gol, porém, fez o Fluminense partir com tudo para o ataque. O técnico Abel Braga colocou Lanzini e Rafael Moura nas vagas de Diguinho e Rafael Sóbis, respectivamente. A mudança funcionou e o time das Laranjeiras marcou aos 38 minutos, com Fred, após virada sobre Renato Silva.

Porém, depois de uma temporada de tanta superação, duvidar do poder de reação do Vasco pode ser perigoso. E o meia Bernardo mostrou isso aos 45 minutos. Num dos últimos lances da partida, o atacante Alecssandro cruzou para Bernardo, que bateu de primeira. No rebote, o próprio jogador completou para as redes, marcando o gol que mantém o sonho do título vascaíno.

FICHA TÉCNICA – FLUMINENSE 1 X 2 VASCO
Data: 27 de novembro de 2011
Local: Engenhãoo, Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Público: 34.132 (presentes)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)
Cartões amarelos: Leandro Euzébio, Marquinho e Fred (FLU); Juninho Pernambucano, Renato Silva, Diego Souza, Allan, Leandro, Felipe e Jumar (VAS)
Cartão vermelho: Leandro (VAS)

GOLS

Fluminense – Fred, aos 38 minutos do segundo tempo
Vasco – Alecssandro, aos 31 minutos do segundo tempo; Bernardo, aos 45 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Mariano, Leandro Euzébio, Elivélton e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Lanzini), Marquinho e Deco; Rafael Sobis (Rafael Moura) e Fred
Técnico: Abel Braga

VASCO:
Fernando Prass; Fagner, Dedé, Renato Silva e Jumar; Rômulo, Allan, Juninho Pernambucano (Felipe Bastos) e Felipe (Alecssandro); Diego Souza e Elton (Bernardo)
Técnico: Cristovão Borges

Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e comente o resultado

Leia tudo sobre: VascoFluminenseBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG