Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com gol nos acréscimos e festa, Levante reassume a liderança

Zebra do Campeonato Espanhol, o clube não tem chances de ser ultrapassado nesta rodada

Gazeta |

O milagre voltou a se repetir no Campeonato Espanhol : o Levante, que tomou um grande susto com Estrada logo aos três minutos de bola rolando e reagiu no segundo tempo, com gols de Nano e Valdo, ainda reservou mais momentos de emoção para os últimos instantes, mas acabou garantindo outra vitória na competição, por 3 a 2, sobre o Real Sociedad, e reassumiu a liderança.

Confira a classificação do Campeonato Espanhol 2011/2012

Dessa forma, a equipe chega à sétima vitória nas primeiras nove rodadas e, além de seguir invicta, com 23 pontos, tira a liderança do Barcelona , que havia vencido o Granada na última terça-feira. Independentemente dos resultados das partidas que complementam a rodada, o time de Valencia termina na ponta da tabela de classificação.

O Real Sociedad abriu o placar com Estrada aos três minutos do primeiro tempo. O Levante só reagiu no segundo tempo, com Nano e Valdo. No entanto, a equipe se recuou demais e permitiu o empate em gol marcado por Iñigo Martinéz aos 42 do segundo tempo. O ápice da partida estava guardado para Rúben, que saiu do banco de reservas e marcou o terceiro, aos 47 do segundo tempo.

O jogo
No estádio Cidade de Valencia, o Real Sociedad precisou de apenas três minutos para abrir o placar diante do Levante, que entrou em campo brigando pela liderança, mas encontrou muitas dificuldades diante dos visitantes, que impuseram forte ritmo nos primeiros minutos de bola rolando.

Foi com Estrada que o Real Sociedad abriu o placar. Após a batida de Aranburu, o goleiro Munúa espalmou para frente e o meio-campista pegou o rebote para converter. Dois minutos depois, foi a vez de Griezmann bater rasteiro para defesa segura de Munúa. A pressão continuaria no lance seguinte, quando o lateral De La Bella acertou a trave e não conseguiu aumentar a vantagem.

Assustado com o ímpeto inicial, o Levante tentou avançar, mas só conseguiu criar uma oportunidade real aos 20 minutos, quando Koné recebeu em condições de deixar tudo igual, mas esperou demais e acabou perdendo a chance.

Um minuto depois de tomar a iniciativa, o time de Valencia quase deixou tudo igual, com Javi Venta, que esbarrou no goleiro Bravo, e Barkero, que errou a força do chute e também não converteu a favor do Levante, que só conseguiria resolver sua vida no segundo tempo.

Depois de ver o mesmo Aranburu dos primeiros minutos de jogo errar o cabeceio no início da segunda etapa, o Levante conseguiu igualar o placar apenas aos 11 minutos, quando Nano arrematou e o zagueiro Demidov desviou contra as próprias redes.

Menos de cinco minutos depois, a glória foi encontrada pela cabeça de Valdo, que recebeu grande lançamento de Barkero e saltou mais alto que De La Bella para virar a favor do Levante que, a partir de então, só administrou o resultado.

A questão é que o time se acuou demais no campo de defesa e deixou o Real Sociedad fazer seu jogo com cruzamentos na área e muita movimentação. O resultado não podia ser diferente: aos 41, depois de exercer certa pressão, Iñigo Martínez voltou a deixar o placar igualado.

E foi justamente Rúben, que entrou para cadenciar o jogo no meio-de-campo, o homem do gol da vitória do Levante sobre o Real Sociedad. Em cobrança de falta a mais de 40 metros de distância, o time da casa conseguiu se sobrepor ao adversário e anotou o tento da vitória, para a festa da torcida de Valencia, que levantou das cadeiras e comemorou a vitória e a liderança do Campeonato Espanhol.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhalevante

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG