Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com gol no final, Santo André bate o Náutico e fecha ano frustrante

Borebi, aos 45 minutos do segundo tempo, marcou o único gol da partida no Bruno José Daniel, encerrando a temporada para os dois lados

Gazeta Esportiva |

A frustração que começou com o vice-campeonato estadual culminou em campanha lastimável na Série B do Campeonato Brasileiro. O enredo serve para o rebaixado Santo André e para o Náutico, que frequentou o G4 e terminou a competição comemorando a permanência na Segundona. Sem objetivos, o Santo André levou a melhor com um gol de Borebi, aos 45 do segundo tempo: 1 a 0.

Aos 20 minutos do segundo tempo, o atacante Cristiano, do Timbu, teve a oportunidade de movimentar o placar e a noite do ABC Paulista. No entanto, ele acabou traído pelo enorme buraco em que se transformou a marca do pênalti no Bruno José Daniel, escorregou e errou o alvo por metros, fazendo com que muitos dos torcedores presentes caíssem na gargalhada.

O jogo
No Náutico, alguns jogadores já estavam de férias e outros entraram em campo como se também estivessem, devido à falta de motivação da equipe na tabela. No Santo André, não sobraram sequer resquícios do time vice-campeão paulista, já que nenhum dos atletas escalados participou da decisão contra o Santos.

Chateados com o rebaixamento, os torcedores do Santo André pouco se empolgaram com as boas chegadas da equipe durante o primeiro, principalmente em jogadas do atacante Borebi. Na melhor delas, aos 25 minutos, ele girou bem e bateu com perigo, assustando o goleiro Bruno.

Na etapa complementar, apesar da correria, poucos lances de emoção. A entrada de Thiaguinho no lugar de Philip, no time pernambucano, poderia ter mudado a história do jogo. Só não mudou porque Cristiano desperdiçou o pênalti sofrido por ele após trombada com Wendel, escorregando no momento de bater a bola, que foi parar bem longe do gol.

O lance diminuiu o ímpeto do Timbu, que havia voltado melhor no segundo tempo. O Santo André passou a frequentar mais o campo de ataque, mas quase encerrou o ano derrotado: aos 42 minutos, Thiaguinho (sempre ele) invadiu a área pela direita e acertou a trave de Neneca. Porém, quem balançou as redes foi Borebi, que aproveitou confusão na área e empurrou de bico para as redes.

FICHA TÉCNICA - SANTO ANDRÉ 1 x 0 NÁUTICO

Local: Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP)
Data: 26 de novembro de 2010
Horário: 21h (Brasília)
Árbitro: Manoel Paixão dos Santos (MS)
Assistentes: Antonio Luiz Guimarães Lugo (MS) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)
Cartões Amarelos: Douglas e Marques (Santo André); Élton, Cristiano, Flávio e Diego Bispo (Náutico)

Gol: SANTO ANDRÉ: Borebi, aos 45 minutos do segundo tempo.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Douglas, Vitor Hugo (Marcelo Godri) e Wendel; Makelele, Walker, Alan (Pio), Aloisio e Andrezinho; Borebi e Marques (Léo Paraíba)
Técnico: Jair Picerni

NÁUTICO: Bruno; Diego Bispo, Henrique e Wallace; Flávio, Nilson, Dinda, Élton e Guaru (Edinho); Philip (Thiaguinho) e Cristiano (Emanuel)
Técnico: Roberto Fernandes

Leia tudo sobre: náuticosanto andrésérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG