Pazzini marcou aos 40 minutos do segundo tempo e garantiu a vitória por 1 a 0 para a Azzurra

AFP
Pazzini, autor do gol da vitória de 1 a 0, disputa a bola com o zagueiro esloveno
Na tarde desta terça-feira, a Itália sofreu, mas venceu a Eslovênia pelo placar de 1 a 0, com um gol marcado aos 40 minutos da segunda etapa, por Pazzini, que começou a partida no banco de reservas. O duelo, válido pelo Grupo C das eliminatórias da Eurocopa 2012, aconteceu em Florença, no Estádio Artemio Franchi, e marcou a classificação antecipada da Itália para a competição continental.

Em um duelo sonolento, os italianos tinham a obrigação de sair para o jogo, já que eram os mandantes. A Eslovênia apenas esperava aberturas no sistema defensivo adversário para encaixar contra-ataques.

A seleção italiana insistia em arrematar a gol, mas faltava precisão aos jogadores. Em doze chutes dados ao gol durante a partida, apenas três exigiram a defesa do goleiro Handanovic . Por outro lado, os visitantes pouco chegavam, mas assustavam tanto quanto a Itália: exigiram Buffon por três vezes, em quatro chutes.

Enquanto Pirlo , Montolivo De  Rossi  tentavam furar o bloqueio esloveno, tanto pelas laterais quanto pelo meio-campo, Pazzini apenas aguardava sua chance no banco de reservas. Aos 16 minutos do segundo tempo, o técnico Cesare Prandelli entendeu que seria uma ótima oportunidade para colocar o centroavante, que não decepcionou.

Italianos comemoram com Pazzini o gol da vitória por 1 a 0 sobre a Eslovênia
AP
Italianos comemoram com Pazzini o gol da vitória por 1 a 0 sobre a Eslovênia

Faltando cinco minutos para o final do confronto, foi ele quem mexeu no placar e garantiu mais três pontos para a Itália, além de impedir a decepção dos torcedores locais com um simples empate sem gols.

Com o resultado, a Itália chegou aos 22 pontos em oito partidas, oito a frente da vice-líder Sérvia, que se segura na segunda posição deixando para trás a Estônia, com um ponto a menos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.