Tamanho do texto

Treinador da Lusa, Jorginho acredita que uma vitória na próxima rodada garante o acesso, mesmo que a matemática ainda não confirme

Marcelo Cordeiro comemora seu gol diante do Salgueiro
AE
Marcelo Cordeiro comemora seu gol diante do Salgueiro
Um gol de Raí, aos 44 minutos do segundo tempo, definiu a 17ª vitória da Portuguesa em 29 jogos na Série B. A vítima desta sexta-feira foi o Salgueiro, que perdia até os 40 minutos da etapa final e comemorava o gol de empate quando os paulistas decretaram os 2 a 1 na Ilha do Retiro.

Com o triunfo, a líder Portuguesa pula para 60 pontos e abre 11 de vantagem em relação à vice-líder Ponte Preta, que recebe o Sport neste sábado. A distância para o quinto colocado, o Boa-MG, que enfrenta o Americana, é de 15 pontos.

Na próxima rodada, a 30ª da Segundona, a Portuguesa recebe o Boa-MG. Nas contas do técnico Jorginho, uma vitória nesta partida já garante o acesso, mesmo sem a garantia matemática. O Salgueiro, que tem 25 pontos e é o vice-lanterna, jogará longe de seus domínios contra o Criciúma.

O jogo - O Salgueiro fez valer o mando de campo no primeiro tempo e pressionou. No entanto, as redes não balançaram. A melhor chance aconteceu logo aos sete minutos, quando Josi matou no peito com estilo e acertou o travessão em chute forte. Aos 37 minutos, a oportunidade surgiu em chute de longe de Renê que foi defendido com dificuldade pelo goleiro Weverton.

Aos 44 minutos da etapa inicial, os refletores da Ilha do Retiro se apagaram. O jogo ficou parado por 26 minutos e o problema parece ter afetado a equipe da casa, que não voltou bem para o segundo tempo. Aos quatro minutos, na primeira finalização da Lusa, Luciano fez boa defesa em chute de Edno. No lance seguinte, o meia tocou por cima do goleiro e viu Marcelo Cordeiro, em cima da linha, empurrar para o fundo do gol.

Os visitantes recuaram e viram o Salgueiro dominar a posse de bola, mesmo que não criasse muitas chances claras. Aos 40 minutos, aconteceu o que seria um doloroso castigo para os rubro-verdes: após escanteio da esquerda, Alexandre cabeceou, a bola desviou em Luís Ricardo e matou Weverton, decretando a igualdade.

No lance seguinte, Edmar aproveitou falha de Mateus, invadiu a área pela esquerda e só não virou o jogo porque Weverton fez linda defesa.

Eletrizante, o jogo continuou emocionante e foi decidido por Raí, aos 44. O jogador, que entrou na segunda etapa, recebeu livre e tocou na saída do goleiro para garantir a vitória. Pouco depois, Josa perdeu a cabeça, empurrou Henrique e foi expulso, deixando o Salgueiro com um a menos nos segundos finais.

FICHA TÉCNICA
SALGUEIRO 1 x 2 PORTUGUESA

Local: estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 7 de outubro de 2011 (sexta-feira)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: José Chaves Franco Filho (RS) e Carolina Romanholi Melo (CE)
Cartões Amarelos: Piauí e Pio (Salgueiro); Ananias e Henrique (Portuguesa)
Cartão Vermelho: Josa (Salgueiro)

Gols:
PORTUGUESA: Marcelo Cordeiro, aos cinco, e Raí, aos 43 minutos do segundo tempo.
SALGUEIRO: Alexandre, aos 40 minutos do segundo tempo

SALGUEIRO: Luciano; Thoni, Sérgio Rafael, Alexandre e Piauí; Renê (Alex Gaibu), Pio, Josa e Clébson; Ricardinho (Edmar) e Josi (Fabrício Ceará)
Técnico: Neco

PORTUGUESA: Weverton; Luís Ricardo, Rogério, Mateus (Leandro Silva) e Marcelo Cordeiro; Guilherme, Boquita, Henrique e Junior Timbó (Cleyton); Ananias (Raí) e Edno
Técnico: Jorginho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.