Tamanho do texto

Clube francês, recém-comprado por um investidor árabe, investiu pesado na temporada e conseguiu um 3 a 1 na estreia da Liga Europa

O novo-rico Paris Saint-Germain correspondeu à expectativas em seu primeiro grande teste desde que teve 70% de suas ações compradas pelo grupo do xeque Hamad bin Jassim bin Jaber Al Thani, primeiro-ministro do Catar. Na capital francesa, estreou na Liga Europa com vitória por 3 a 1 sobre o Salzburgo, pelo grupo F do torneio.

O triunfo teve lances que fizeram o brasileiro Leonardo, que trocou o cargo de técnico da Inter de Milão para ser dirigente no milionário projeto do clube francês, descer as tribunas para comemorar. Em nenhum momento o clube austríaco teve oportunidades de tirar os três pontos dos anfitriões.

O clube gastou aproximadamente R$ 200 milhões para trazer astros como o meia argentino Pastore e o zagueiro uruguaio Lugano, mas foi um antigo destaque seu que abriu a vitória: o meia-atacante brasileiro Nenê, que manteve a camisa 10 às costas mesmo com achegada de atletas mais caros.

O jogo - Aos 35 minutos de jogo, Menez puxou contra-ataque e só foi contido com falta dentro da área. Pênalti que o ex-jogador de Palmeiras e Santos teve categoria para converter e aliviar a pressão psicológica que já atingia sua equipe - o time era superior em campo, mas não conseguia colocar a bola nas redes.

O gol de Nenê deixou a equipe tão leve que propiciou um golaço, aos 44 minutos. Pastore lançou o turco Erdinc na esquerda, que cruzou na entrada da área para Bodmer chutar de primeira, um sem-pulo no canto esquerdo do goleiro. Jogada que teve vibração intensa de Leonardo, flagrando descendo as tribunas em comemoração.

Nenê foi o autor de um dos gols na vitória do PSG por 3 a 1 sobre o Salzburg
AFP
Nenê foi o autor de um dos gols na vitória do PSG por 3 a 1 sobre o Salzburg

O segundo tempo serviu mais para comprovar o domínio do PSG, que ainda chegou ao terceiro gol com Menez, outro grande nome da partida. Houve tempo até para o lateral direito brasileiro Ceará entrar e ser saudado pela torcida. Em campo, o ex-jogador de Inter e São Caetano viu o Salzburgo diminuir com Sekagya, aos 42 minutos.

Também pelo grupo F, o Athletic Bilbao, outro favorito a ficar com as duas vagas na chave para a próxima fase, iniciou bem vencendo o Slovan Bratislava, na Eslováquia, por 2 a 1, com todos os gols no primeiro tempo. Susaeta abriu o placar para os espanhóis aos 13 minutos, Guedé empatou aos 34 e Muniain, aos 40, garantiu o triunfo basco.