Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com gol contra no final, Brasil inicia ano olímpico com vitória

Equipe de Mano Menezes teve mais uma atuação ruim, e ainda viu Júlio César falhar feio

Paulo Passos, enviado iG a St. Gallen |

AE
Bem marcado, Neymar pouco fez na partida
Com frio, torcida contrária e futebol apagado, a seleção brasileira venceu a Bósnia nesta terça-feira, em St. Gallen, na Suíça. A equipe do técnico Mano Menezes triunfou por 2 a 1, com o gol da vitória sendo marcado nos minutos finais da partida, pelo zagueiro Papac, contra. Agora, o Brasil só voltará a jogar no final de maio, contra a Dinamarca.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Escalado como camisa 10, Ronaldinho Gaúcho pouco fez na partida e saiu na metade do segundo tempo. Astro do time, Neymar teve duas chances, mas não conseguiu decidir. O gol da vitória só foi sair aos 46 minutos do segundo tempo. Após cruzamento de Hulk , Papac marcou contra, para decepção da maioria dos torcedores bósnios que lotaram o AFG Arena.

VEJA TAMBÉM: Brasil enfrenta Brasil em novo comercial de patrocinador

Entre maio e junho, a seleção brasileira fará quatro amistosos, um na Alemanha e três nos Estados Unidos. O primeiro será contra a Dinamarca, no dia 26 de maio, em Hamburgo. Depois, enfrenta Estados Unidos, México e Argentina.

O jogo

A partida começou bem para o Brasil. Logo aos três minutos de jogo, o lateral esquerdo Marcelo abriu o placar para a seleção. A jogada surgiu pela direita, com Daniel Alves , que tocou para a esquerda. A bola foi parar nos pés do lateral do Real Madrid , que entrou na área e tocou para o gol. Apesar da vantagem no placar, o Brasil não conseguia dominar a partida. A Bósnia tocava a bola com tranquilidade e levava perigo nos contra-ataques.

Aos 12 minutos, a Bósnia conseguiu empatar. Dzeko roubou a bola e tocou para Ibsevic , que arrancou pela direita e chutou para o gol. A bola saiu rasteira e enganou Júlio César . Após o empate, o Brasil até tentava atacar. Mais compacta, a Bósnia se defendia bem e chegava na área brasileiro em contra-ataques. Pelos pés de Misimovic e Dzeko, os bósnios conseguiam levavam perigo.

TELEVISÃO: Globo adquire direitos de transmissão das Copas de 2018 e 2022

Já Ronaldinho fez um primeiro tempo apagado. Atuando no meio campo, não criava e chegava pouco à área. Principal astro da era Mano, Neymar teve sua primeira jogada de destaque aos 27 minutos. Após tabela com Marcelo, o santista tentou tocar para o gol. A bola bateu no marcador e sobrou para Hernanes , que chutou fraco.

Reuters
Lateral Marcelo marcou o primeiro gol brasileiro
POLÊMICA: Fred desmente pai e diz que declaração foi no 'calor da emoção'

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo, que começou com a Bósnia melhor em campo. Com a apoio da torcida, maioria no estádio, os rivais do tocavam melhor a bola e chegavam à área brasileira. Com o time mal em campo, Mano resolveu mudar. Sacou Sandro para a entrada de Elias . Apagado, Ronaldinho Gaúcho deu lugar a Paulo Henrique Ganso . Depois, Hulk entrou no lugar de Hernanes.

FARPAS: Andrés Sanchez diz que bom humor o levou a pedir desculpas a Leão

O Brasil até conseguiu ter mais posse de bola. Aos 27 minutos do segundo tempo, Neymar voltou a aparecer. O atacante recebeu lançamento de Elias, entrou na área e tocou no canto esquerdo do goleiro Begovic. Atento, o bósnio defendeu. O Brasil seguiu pressionando e, aos 45 minutos do segundo tempo, fez o gol da vitória. Hulk cruzou para a área e o zagueiro Papac, sem querer, mandou para dentro do gol.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG