Conhecido por pouco tentar fazer gols, volante arriscou três finalizações no empate com o Figueirense

null

É quase uma regra no Beira-Rio: Guiñazu não chuta a gol. Conhecido por seu poder de marcação, o volante do Internacional parece ter um bloqueio quando chega perto da área. Olha para os lados, tenta um passe, busca cavar uma falta, mas raramente arrisca uma finalização. Na noite de quarta-feira, contra o Figueirense , decidiu quebrar a rotina. Os números a seguir são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Foram três finalizações de Guiñazu. Um recorde do volante argentino! Nunca antes na temporada de 2011 ele havia tentado tantas vezes fazer um gol. Indo mais longe, nem no Brasileirão de 2010 inteiro ele apresentou uma estatística assim.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Guiñazu passa boa parte do tempo correndo atrás dos adversários. Marca forte, desarma como poucos, mas chutar a gol... Quanto muito uma vez por partida e olhe lá. O gol não saiu, mas o “Cholo” arriscou. 

Veja curiosidades sobre Guiñazu:

- Tentou três finalizações contra o Figueirense.

- Havia tentando cinco chutes em todos os outros 18 jogos do Brasileirão.

- No Gauchão de 2011, arriscou três finalizações somando os 12 jogos que disputou.

- Foram 12 finalizações nos 26 jogos do Brasileirão 2010. Nunca mais do que duas por partida.

- Guiñazu é um dos reis de roubadas de bola pelo Brasileirão. Foram 67. No tempo que Guiñazu leva para arriscar um chute a gol, ele consegue oito roubadas de bola.

- É o jogador do Inter que mais acerta passes. Foram 897. Ele acerta mais de 100 passes antes de tentar uma finalização.

- Só fez 4 gols em 228 jogos pelo Inter.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.