Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com Felipão, Palmeiras tem número de empates de anos de jejum

Treinador chega aos 33% de igualdade, alcançando péssimas temporadas da década de 1980

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A quantidade de empates que o Palmeiras soma nesta segunda passagem de Luiz Felipe Scolari é semelhante a uma das épocas que o torcedor menos gosta de lembrar. Na década de 1980, quando o clube viveu um grande jejum de títulos e teve jogadores que a maioria até prefere esquecer, a equipe do Palestra Itália teve sete temporadas com mais de 30% de empate. Com o treinador do penta, este número está em quase 33%.

Considerando só 2011, as igualdades chegam a quase 31% dos 53 jogos oficiais disputados. No único amistoso preparatório, o resultado também foi empate: 2 a 2 contra o XV de Piracicaba.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Um bom exemplo é que o Palmeiras é o time que mais empatou neste Brasileirão. São dez empates em 23 jogos. Em contrapartida, a equipe é, também, a que menos perdeu ao lado do Vasco, com apenas cinco derrotas. O sistema de pontos corridos, no entanto, prejudica a equipe que soma apenas um ponto. O Fluminense, por exemplo, é a quarta equipe que mais saiu derrotada e, mesmo assim, ocupa a 5ª colocação, melhor que o 8º posto, ocupado pelos palmeirenses.

Ano Jogos Empates % de empates
1983 71 36 50,7%
1981 74 32 43,2%
1988 55 21 38,2%
1987 64 24 37,5%
1985 62 23 37,1%
1976 66 24 36,4%
1977 66 24 36,4%
1980 62 22 35,5%
1970 68 24 35,3%
1989 58 20 34,5%
1986 75 25 33,3%
Palmeiras na 2ª passagem de Felipão 90

30

33,3%


Nesta temporada, por exemplo, era melhor o Palmeiras trocar a invencibilidade que teve nos dez empates por seis derrotas e quatro vitórias. O número de derrotas estaria em 11, mas o de pontos subiria dos 34 para os 36, o que já corresponde a duas posições acima na tabela.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

Em 2010, o time já teve um bom exemplo de que precisa se livrar da “empatite” se quiser ir longe no Brasileirão. Com 37% de empates, a equipe ficou na 10ª colocação e até abandonou a disputa antes mesmo do fim, priorizando a Sul-Americana, onde seria eliminado pelo Goiás na semifinal no Pacaembu.

Futura Press
Palmeiras busca um jeito de ter como honrar camisa listrada da década de 1990
A temporada que o Palmeiras mais empatou historicamente, segundo o IPE (Instituto Palestrino de Estatística), foi a de 1983, quando a equipe teve 36 empates dos 71 jogos que disputou, totalizando 50,7% de placares iguais ao do adversário. Logo em seguida no ranking, o ano de 1981 chegou aos 43,2%. Sete anos depois, os palmeirenses ficaram com 38,2% dos 55 jogos disputados no empate.

Nos anos vencedores, como 1993 e 1994, quando Vanderlei Luxemburgo estava no comando, o Palmeiras não passava dos 23% de empates. No primeiro ano, foram 83 jogos, com apenas 19 igualdades. No seguinte, foram 97 duelos, com apenas 22 placares iguais. Historicamente, ano com o menor número de empates foi o de 1926, quando o Palestra Itália entrou em campo 18 vezes e não saiu com o mesmo número do adversário em nenhuma delas.

Leia tudo sobre: palmeirasbrasileirão 2011empates

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG