Treinador do Fluminense terá que optar pela permanência da dupla Washington-Fred ou pela saída do Coração Valente

Com a possível volta do atacante Émerson ao time neste domingo, contra o Palmeiras, o técnico Muricy Ramalho terá que optar pela permanência da dupla Washington-Fred ou pela saída do "Coração Valente". Émerson procurou não polemizar e afirmou que ainda não sabe quem o comandante tricolor vai escalar.

"Não sei se vou jogar, pois o treinador não falou que ele vai sair do time. O Washington não precisa provar nada, pois é muito importante. Tem coisas que só quem está aqui dentro no dia a dia sabe. Eu e Fred estávamos machucados e ele jogou várias vezes no sacrifício. Independentemente de quem for jogar, teremos muito empenho pelo título e sei que a escolha será bem feita por Muricy", disse ao site do clube.

Sem marcar há muito tempo pelo Fluminense e principal candidato a sair da equipe titular, Washington prefriu exaltar as opções que Muricy Ramalho tem para escalar um time forte. O atacante ressaltou que está em um momento difícil individualmente, mas segue feliz no clube das Laranjeiras.

"É bom para o Muricy, pois ter todos á disposição neste momento é muito importante. Quem ganha é o Fluminense por ter todos seus jogadores nesta reta final. Quero falar do sentimento que estou tendo agora, estou mais feliz se tivesse fazendo um milhão de gols. O torcedor e meus companheiros estão me dando muito carinho e isso é gratificante. Estou muito feliz de estar recebendo todo esse apoio e sei que ele não será em vão, eles vão colher esses frutos", declarou.

O técnico Muricy Ramalho não trabalhou nesta quinta para definir a equipe que vai a campo no domingo, em Barueri. Somente nesta sexta-feira o comandante tricolor deve treinar o time titular para o confronto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.