Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com Elton, Marcel e Leandro, Vasco está bem servido no ataque

Começa a 'dor de cabeça' de Ricardo Gomes. Técnico tem à disposição jogadores de peso para o setor ofensivo

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O técnico Ricardo Gomes vai definir no treino desta sexta-feira a dupla de ataque para o compromisso de domingo, contra o Madureira, em Volta Redonda. A tendência é o treinador manter Eder Luis e Elton, mas a briga no setor está cada dia mais acirrada. Marcel, que foi para o banco de reserva na última partida, continua tendo crédito com o treinador. E, correndo por fora, Leandro surge com potencial para desbancar seus concorrentes.


Fotocom
Bem fisicamente, Leandro em breve será titular do ataque vascaíno
Para o jogo deste fim de semana, válido pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, Leandro deve continuar como opção para o segundo tempo. Mas, a exemplo da vitória sobre o Duque de Caxias, na quarta-feira, terá oportunidade durante a partida. A ideia de Gomes é preparar o ex-gremista para as partidas mais importantes do Carioca.


Ricardo Gomes sabe que os jogos contra equipes chamadas pequenas não dão a noção exata do poder de fogo do Vasco. Realista, Gomes reconhece que a equipe só será testada nos clássicos. Para isso, contar com seus jogadores mais experientes será seu grande trunfo.


“Não dá para afirmar que o elenco está pronto. Precisamos ser testados, e os testes acontecem nos grandes jogos e em fases agudas das competições. Por isso, quanto mais jogador de qualidade tivermos, bom para o Vasco”, ressaltou o treinador.


Pelo desenho tático de Ricardo Gomes, Leandro, em forma, terá vaga cativa no ataque vascaíno. Por quê? O jogador, além da facilidade de marcar gols, movimenta-se pelas laterais e sai da área para buscar a bola. Assim, na visão do comandante, Leandro será um segundo atacante. A briga passa a ser pelo jogador fixo na área. Eder Luis, com características parecidas com a de Leandro, perde espaço. O duelo ficará entre Marcel e Elton.
O currículo dos dois deixa a disputa interessante. Marcel, artilheiro do time na temporada com quatro gols, não é carta fora do baralho. Foi para o banco enquanto Gomes observa Elton, maior goleador do clube na era Roberto Dinamite. Para o treinador, ambos se equivalem.


“O Elton é canhoto, dificulta a vida dos zagueiros. Isso complica a marcação. O Marcel puxa a marcação para o companheiro, além de finalizar também. Os dois são parecidos em um aspecto: saem pouco da área. Enfim, vamos observar”, definiu Gomes.


 

Leia tudo sobre: vascoleandroeltonricardo gomesmarcel

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG