Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com Dorival Júnior, Atlético-MG sonha com inédita Copa do Brasil

Equipe mineira vai até o Maranhão para enfrentar o IAPE-MA, com o desejo de uma nova conquista nacional

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Pela 22ª vez o Atlético-MG estreia na Copa do Brasil. O adversário da vez é o caçula IAPE-MA, fundado há três anos em São Luis. Se o pequeno time do Maranhão sonha em entrar para história ao bater um gigante do futebol brasileiro, o Atlético-MG tem um sonho bem mais ambicioso. A equipe alvinegro tentar conquistar o torneio pela primeira vez.

Apesar de ser o time que mais vezes disputou a Copa do Brasil, o máximo que o Atlético-MG conseguiu foi chegar duas vezes na semifinal, nas edições de 2000 e 2002. Já são 120 partidas pelo torneio, desde a primeira, contra o América-RN, em 1989, com 61 vitórias.

Também é do Atlético-MG a maior goleada da Copa do Brasil. Em 1991 o clube mineiro aplicou 11 a 0 sobre o Caiçaras, do Piauí. O Santos, então comandado por Dorival Júnior, esteve muito perto desta marca, ao fazer 10 a 0 no Naviraiense-MS, no ano passado. Para completar a bela história que já tem dentro do torneio mais democrático do futebol brasileiro, falta ao Atlético-MG conquistar o título.

Campeão com o Corinthians em 2002, o meia Ricardinho sabe como é complicado chegar à final da Copa do Brasil. Por isso ele pede um Atlético-MG bastante preparado. O camisa 10 alvinegro pensa primeiro em fazer um bom resultado diante do IAPE-MA, mesmo que não seja o suficiente para eliminar o jogo de volta.

“É uma nova etapa que se inicia, uma competição extremamente importante para nós e temos que nos preparar para iniciar bem. Independentemente de ser um jogo fora, temos que buscar um resultado que nos traga ou uma classificação ou um conforto para o segundo jogo.”

Apesar da disparidade técnica das duas equipes, o técnico Dorival Júnior pede respeito ao adversário desta quarta-feira. Para evitar surpresas, o Atlético-MG contratou um cinegrafista para filmar os amistosos que o IAPE-MA fez para se preparar para o jogo. Além disso, o clube buscou informação do estilo dos jogadores em sites e jornais do Maranhão.

No entanto, o material coletado sobre o IAPE-MA ainda é pequeno, revela Dorival Júnior. Por isso ele pede que seu time tenha atenção dobrada, afinal de contas, os jogadores maranhenses podem não ter outra chance desta, de enfrentar um grande clube do Brasil. Para muitos, é a hora de mostrar futebol e arrumar um contrato melhor.

“O IAPE-MA é um franco atirador, assim como foi o Murici com o Flamengo. Mas é normal. Temos de estar preparados para não sermos surpreendidos. Vai ser preciso uma atenção dobrada. Temos pouco material do adversário e tem uma situação em aberto, mas em favor de quem está recebendo o jogo, caso do IAPE-MA”, disse Dorival Júnior, que vai manter o mesmo esquema que tem usado nas partidas do Campeonato Mineiro.

Sem favoritismo

O Atlético-MG foi o clube da Série A que mais contratou para a temporada 2011. A manutenção de grandes jogadores, como Réver, Diego Tardelli e Diego Souza, além das chegadas de Leonardo Silva, Mancini e Magno Alves colocam o time de Belo Horizonte como favorito ao título. Mas não é assim que o técnico Dorival Júnior vê a sua equipe.

Embora a Copa do Brasil de 2011 seja a que tenha o menor número de grandes clubes, somente seis (Atlético-MG, Botafogo, Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Vasco), o treinador atleticano diz que sua equipe precisa crescer e mostrar em campo que pode sonhar com a conquista do título.

“Não é o caso do Atlético, estamos longe dessa condição. Grandes equipes estarão disputando a competição, tem algumas surpresas e gratas surpresas. Por isso não há definição. Está tudo em aberto, a partir do momento que o Atlético iniciar a sua participação”.

FICHA TÉCNICA – IAPE-MA X ATLÉTICO-MG
Local:
Nhozinho Santos, (MA)
Data: 23 de fevereiro de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Andrey Silva (PA)
Assistentes: José costa (PI) e Francisco Gaspar (PI)
IAPE-MA: Flauberth, Daniel , Carlinhos e Hans Muller; Arcinho, Pires, Curuca, Valbson e Bruno Paiva; Vanvan e Robson.
Técnico: Paulo Cabrera.
ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Jackson, Réver, Werley e Leandro; Zé Luis, Serginho, Renan Oliveira e Ricardinho; Magno Alves e Diego Tardelli.
Técnico: Dorival Júnior.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCopa do Brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG