Atacante foi destaque no Internacional e voltou pela primeira vez ao estádio do time de Porto Alegre

Bicampeão da Libertadores pelo Internacional (2006 e 2010),  Rafael Sobis pisou no gramado do Beira-Rio como adversário do Colorado pela primeira vez desde que deixou o clube, que não quis renovar com ele no início do ano. Mesmo "rejeitado", ele preferiu não comemorar o gol que marcou na tarde deste domingo, fundamental para a vitória do Fluminense , por 2 a 1.

Leia mais: Fluminense bate o Inter e entra de vez na briga pelo título

"Sinceramente, sinto uma dor muito grande por voltar a um lugar que foi minha casa durante muito tempo como adversário, por ganhar deles com gol meu. Tenho dor no coração, sim", admitiu Sobis. "Trabalho é assim, faço o melhor possível".

Antes da partida, o atleta cantou o Hino do Rio Grande do Sul e cumprimentou atletas e integrantes da comissão técnica do adversário. O técnico Abel Braga e o volante Edinho, que também possuem histórias vitoriosas no Inter, também tiveram reencontro emocionante. 

Rafael Sobis já havia encontrado o Colorado em 2011, no duelo entre os clubes pelo primeiro turno, no Engenhão, quando o Fluminense venceu por 2 a 0.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.