Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com dois jogos, Cuca fala em dispensas e reforços no Atlético-MG

Apesar de não ter uma semana de clube, treinador atleticano detectou problemas no elenco e quer mudanças

Victor Martins e Bruno Winckler, iG Esporte |

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Cuca quer mudança profunda no elenco do Atlético-MG para evitar o rebaixamento
Depois do bom desempenho no primeiro tempo em Curitiba, o Atlético-MG pouco jogou na segunda etapa e foi goleado pelo Coritiba . O resultado e a postura de alguns jogadores deixaram o técnico Cuca bastante irritado. Apesar de o time atleticano entrar na zona do rebaixamento , o comandante alvinegro diz que vai mudar algo enquanto a água está no pescoço, e não ainda no nariz do Atlético-MG.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time

Sem citar nomes, Cuca deixou claro que vai pedir o afastamento de jogadores. O treinador quer contar apenas com jogadores comprometidos com o clube, pois segundo ele, assim é possível fazer uma boa campanha no segundo turno. “O Atlético vive um momento transitório, que vai passar, mas não podemos adiar. Daqui a pouco, a água começa a bater no nariz. O grupo é jovem, não pode ser exposto, mas tem carências. Vou conversar com o presidente (Alexandre Kalil) e, se tivermos que tirar cinco ou seis, vamos tirar. Se tivermos que tirar sete ou oito, vamos tirar. Tem que estar comprometido 100%”, comentou Cuca, que ainda não tem uma semana de trabalho no Atlético-MG.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

Depois da partida com o Coritiba , o treinador teve uma conversa com todos os jogadores que estavam no Couto Pereira. Para Cuca, somente qualidade técnica não é suficiente nesse momento complicado, para o treinador, se o time não tiver mais vontade e não jogar com o coração, dificilmente vai mudar a situação no Brasileiro.

“Faltou uma postura melhor. É um grupo jovem, eu disse aos jogadores que é preciso ter uma entrega quadriplicada em relação aos adversários, pois o momento é ruim. O primeiro passo é recuperar a autoestima, aí depois vem a qualidade. Mas a autoestima a gente só recupera com o coração”.

Se alguns jogadores vão ser afastados por Cuca, outros devem chegar à Cidade do Galo. O treinador atleticano já fez alguns pedidos à diretoria e vai reforçar a necessidade da chegada de mais algumas peças. “Vou conversar com o presidente, com o Eduardo Maluf (diretor de futebol do Atlético-MG), mas é inegável que tem carências, não adianta a gente defender, querer tapar o sol com a peneira”.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Cuca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG